4 dicas para cuidar bem das orquídeas no verão

Veja 4 dicas para cuidar bem das orquídeas no verão e deixar a sua planta sadia mesmo na temporada mais quente do ano!

Publicado por: Cida Ramos

Na época do calor como o verão as plantas sofrem mais e em especial as orquídeas, veja 4 dicas para cuidar bem das orquídeas no verão, a temporada mais quente do ano!

O verão costuma castigar e desidratar muito as orquídeas de um modo geral e algumas espécies como a Phalaenopsis não podem ficar expostas ao sol, e também outras que não devem receber sol diretamente e quando muito melhor que seja indiretamente.

Como nem todo mundo tem um orquidário, com as telas apropriadas a boa saúde e cultivo das orquídeas, elas ficam mais vulneráveis no verão com as altas temperaturas, diminuição da umidade o que dificulta o desenvolvimento da planta.

 

Veja também:

Como cultivar orquídea Cattleya

Como adubar orquídeas de todos os tipos

Como dividir e replantar orquídeas

 

Quando a planta está saudável, logo após o verão costuma ser a época da floração, e quando isso acontece as flores são abundantes, exuberantes e duram um pouco mais. Mesmo não estando muito bonita a sua planta pode florir mas em condições precárias de saúde as flores não duram tanto.

Então para que a sua planta fique bonita e possa ter um florescimento sadia apesar do calorão, vamos dar dicas simples para cuidar das suas orquídeas adequadamente.

 

1 – Bastante água

 

Hidrate mais a sua planta em dias de altas temperaturas. Regue de preferência antes de amanhecer ou antes do pôr-do-sol. Ao regar, borrife as plantas que podem receber água nas folhas, e apenas na base do vaso as da espécie Phalaenopsis que não pode receber água nas folhas porque acumula e em seguida a folha cai. Seja qual for a sua espécie orquídea regue moderadamente, as orquídeas detestam água acumulada no vaso.

Não se prenda ao mito de não poder regar muito as orquídeas, elas podem sim por até duas vezes no dia no verão, basta que haja ventilação adequada para que o substrato seque no mesmo dia. Por isso, se você irrigou pela manhã, antes de molhá-la no final do dia, cheque a umidade no substrato e repita o processo apenas se constatar secura.

2 Adubação

Faça adubação em dias amenos, ou no final da tarde, principalmente em plantas em que a adubação é feita nas folhas. Isto porque a luz solar e o calor do ambiente, em ação como o adubo, podem “queimar” as folhas e flores.

Para fornecer as vitaminas e minerais necessários, borrife o adubo NPK 20-20-20 diluído ou fertilizante natural, sempre(!) nos cantos do vasos.

3 Protege-a dos raios solares

A orquídea precisa de sol para florir, mas a radiação solar direta, ainda mais nesse calorão, pode queimar as folhas. Proteja as janelas se sua planta fica dentro de casa, para ajudar a evitar essas queimaduras e manter a hidratação por mais tempo. Se fica em uma área externa, cuide para que ela esteja pelo menos em lugar coberto.

4 Evite o replantio

Se você percebeu que sua orquídea está com substrato velho, ou que a planta está com muitas folhas e você está pensando em replantar sua orquídea, deixe para fazer isso em outra estação mais amena do ano, o inverno. Não escolha a primavera para não atrapalhar uma possível floração. Somente realize o replantio após a época de florada terminar para não estressar demais a planta.

Fontes de pesquisas: Uol / Cultivando.com.br

Recomendado para você

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *