Compartilhe:

Benefícios da Linhaça e berinjela no combate a obesidade visceral e câncer

O que traz a perca de peso é o que as mulheres mais procuram pelo fato de que elas querem buscar o corpo perfeito e bem definido, pois quem é que não deseja ir à praia com um biquíni sem se preocupar com aqueles pneuzinhos? Ou, então colocar uma roupa mais justa? Tanto as mulheres […]

Publicado por: Cida Ramos

dicadogordo-linhaca

O que traz a perca de peso é o que as mulheres mais procuram pelo fato de que elas querem buscar o corpo perfeito e bem definido, pois quem é que não deseja ir à praia com um biquíni sem se preocupar com aqueles pneuzinhos? Ou, então colocar uma roupa mais justa? Tanto as mulheres quanto os homens acabam se preocupando com a forma física e buscam meios que tragam o corpo desejado.

Você poderá gostar de:

Como baixar o colesterol
Baixe o colesterol com os Alimentos Funcionais
Baixe o colesterol com os 10 alimentos que funcionais 
Tudo sobre Menopausa:Chá de folha de amora para baixar o colesterol
Colesterol alto: Barriga pode causar enfarto, AVC ,Diabetes,Demência entre

É sempre bom estarmos cientes das coisas em que provavelmente nos ajudam a ter uma boa alimentação, sendo vista como muito saudável e também proveitosa ao nosso organismo, e assim funciona com as sementes de linhaças.

Saiba que a tal possui uma composição muito rica e que tem como parte de seu repertório 27 componentes anti-canceríginos. Ela pode trazer muitos benefícios para você que sofre com a preocupação da tendência da doença vinda da família.

E ainda podemos encontrar esse tipo de alimento aqui em nosso país com bastante abundancia, sendo assim, uma boa oportunidade para você provar, e também se favorecer dos benefícios em que podemos obter.

Existem milhares de formas para emagrecer e uma delas é a Linhaça, o que muitas pessoas não sabiam. Uma das épocas que mais engordamos é no período de festas, no qual acabamos exagerando e comemos um pouco de tudo, e nesse ritmo nosso corpo muda de forma sendo o efeito sanfona, engorda e emagrece e fica nesse vai e vem.

Contra os males do excesso de peso a linhaça possui grandes resultados, tendo alguns tipos de linhaça como a linhaça dourada que apresenta uma maior quantidade de ômega-3 e ômega-6, a linhaça marrom desengordurada que tem mais gorduras poliinsaturadas que são benéficas protetoras do nosso coração.

Portanto são três tipos:
Três tipos de farinhas de linhaça foram testadas: a dourada, a marrom integral e a marrom desengordurada. Segundo a professora, os resultados foram promissores. “A linhaça marrom desengordurada parece ter efeito maior em relação à sensação de saciedade, o que ajuda a diminuir a compulsão alimentar”, diz a nutricionista. “Já a linhaça dourada parece ser mais indicada para reduzir as concentrações de colesterol no sangue, por possuir um teor mais elevado de ácidos graxos poliinsaturados”, completa. Apesar desta constatação, ela abre uma ressalva, pois a linhaça marrom geralmente é mais barata do que a dourada e também apresenta bons resultados na redução de gorduras no sangue.
(Fonte: FAPERJ /Equipe Malagueta)

A medida correta são três colheres todos os dias e se comer corretamente em poucos meses já verá o resultado, com certeza terá emagrecido de 3 a 4 quilos. Mas, é claro que a alimentação deve ser controla com acompanhamento de exercícios, para muitas pessoas a linhaça é o início de uma vida saudável, sendo um dos alimentos mais ricos em fibras e que é essencial comer no café da manhã, pois promove a saciedade e ajuda a reduzir a ingestão de alimentos ao longo do dia.

A linhaça pode ser misturada com vários alimentos como iogurte, suco, leite e acaba reduzindo a ingestão de calorias, contribuindo de forma importante para a redução de medidas e no peso, também no controle da compulsão alimentar reduzindo a sensação de fome e consequentemente emagrecendo.
Fibra promove a saciedade e ajuda a reduzir a ingestão de alimentos. Repórter testou a dieta e perdeu 3,2 quilos em um mês.

A máxima “você é o que você come” é uma alusão à importância de se adotar uma alimentação saudável para alcançar o bem-estar – apesar de todas as tentações hipercalóricas oferecidas pelas lanchonetes que promovem o estilo fast-food, com seus hambúrgueres e batatas fritas. Nesse contexto, destacam-se os alimentos funcionais, que além de suas funções nutricionais básicas apresentam outras propriedades benéficas, como a melhora do metabolismo e a redução do risco de doenças.

Entre eles, destacam-se as farinhas de berinjela e de linhaça. Longe de ser apenas produtos saudáveis que estão na moda, eles podem ser grandes aliados para combater a obesidade e, de quebra, diminuir o risco de desenvolver doenças cardiovasculares. É o que alguns estudos coordenados pela professora Glorimar Rosa, do Instituto de Nutrição Josué de Castro da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), vêm comprovando, com o apoio do programa Jovem Cientista da FAPERJ.

Farinha de berinjela

Produto ainda pouco comum no mercado, a farinha de berinjela é um dos alimentos que vem apresentando bons resultados nos testes coordenados pela nutricionista. Em um estudo piloto, ela observou os efeitos do alimento em 14 mulheres com mais de 40 anos. Todas tinham fatores de risco cardiovascular, como circunferência da cintura aumentada, hipertensão arterial e altas concentrações de colesterol e de triglicerídeos no sangue.

 Essas mulheres foram divididas em dois grupos e eram sedentárias. O grupo controle foi submetido a tratamento nutricional baseado na reeducação alimentar. O outro, além da dieta, passou a consumir duas colheres de sopa diárias de farinha de berinjela. “Depois de dois meses, o grupo que consumiu a farinha perdeu, em média, seis quilos contra o grupo controle, que só perdeu três quilos”, conta Glorimar.

 O produto ajudou a reduzir os níveis de colesterol total, triglicerídeos e até o ácido úrico, substância que favorece dores articulares e inflamações quando em concentrações elevadas. Ela destaca ainda que as mulheres que consumiram farinha de berinjela tiveram uma maior redução da gordura visceral, que está frequentemente associada ao desenvolvimento do diabetes tipo 2 e de doenças cardiovasculares.

 Segundo a pesquisadora, um trunfo da farinha de berinjela é o alto teor de fibras, que ajuda a limitar a concentração de gorduras no sangue e a promover uma sensação de saciedade. “A farinha concentra cerca de dez vezes mais fibras do que a berinjela in natura, o que também ajuda no funcionamento do intestino. Por isso, seu consumo é melhor até do que o consumo do próprio fruto, do suco ou do chá”, completa.

A nutricionista recomenda o consumo de duas colheres de sopa de farinha de berinjela por dia. “Pode-se misturar o pó nos alimentos no momento do dia em que a pessoa normalmente tem mais fome, para ajudar a controlá-la”, diz. Misturar a farinha com iogurte ou com feijão é uma sugestão, mas a escolha do modo de consumir deve seguir o gosto de cada um. No entanto, de acordo com Glorimar, a ingestão da farinha deve ser seguida do consumo de alguma fruta cítrica, fonte de vitamina C. “Isso porque ela estimula a formação de radicais livres, que são neutralizados pela vitamina C”, justifica.

 Fonte de fibras, proteínas e ômega-3, a farinha de linhaça é outro alimento funcional conhecido por reduzir as concentrações de colesterol e melhorar o funcionamento intestinal. Para testar esses efeitos, Glorimar vem recorrendo, há dois anos, a uma metodologia semelhante. Ela acompanhou durante 90 dias um grupo maior de voluntárias, dessa vez formado por 220 mulheres com diferentes graus de obesidade. Elas passaram por consultas quinzenais com nutricionistas para avaliação antropométrica e verificação da composição corporal e fizeram coletas de sangue mensais para análise do perfil lipídico, de hormônios e glicemia.

 Três tipos de farinhas de linhaça foram testadas: a dourada, a marrom integral e a marrom desengordurada. Segundo a professora, os resultados foram promissores. “A linhaça marrom desengordurada parece ter efeito maior em relação à sensação de saciedade, o que ajuda a diminuir a compulsão alimentar”, diz a nutricionista. “Já a linhaça dourada parece ser mais indicada para reduzir as concentrações de colesterol no sangue, por possuir um teor mais elevado de ácidos graxos poliinsaturados”, completa. Apesar desta constatação, ela abre uma ressalva, pois a linhaça marrom geralmente é mais barata do que a dourada e também apresenta bons resultados na redução de gorduras no sangue.

 De acordo com Glorimar, algumas pacientes que aderiram ao uso da farinha de linhaça junto com uma dieta equilibrada conseguiram, sempre com recomendação médica apropriada, reduzir o uso de medicamentos para baixar as taxas de colesterol, para hipertensão arterial, ou mesmo para suspendê-los. “A adesão ao tratamento nutricional com a linhaça foi realmente eficaz para melhorar o perfil lipídico, o que sai muito mais barato para o paciente do que a compra de medicamentos, além de não provocar efeitos colaterais indesejados”, avalia.

 Mas uma recomendação é importante no consumo dessas farinhas. “Quem ingere farinhas de linhaça ou de berinjela tem que beber mais água para evitar o efeito de constipação intestinal”. A nutricionista destaca que o consumo da farinha de linhaça é preferível ao consumo dos grãos. “A semente da linhaça não é bem absorvida pelo organismo. Ela deve ser triturada no liquidificador ou pode-se comprar a farinha.”

 Glorimar lembra que a farinha de linhaça deve ser guardada em um pote protegido da luz e dentro da geladeira. Já a farinha de berinjela pode ser armazenada em local seco. Os estudos com as farinhas de berinjela e de linhaça ainda estão em andamento na UFRJ e precisam de voluntárias. Mulheres acima do peso interessadas em participar dos testes podem se candidatar pelo e-mail: perdadepeso.ufrj@yahoo.com.br

Depoimentos e a reportagem com vídeo de Guacira Merlin (G1-SP

 

Outros alimentos para testes

O óleo de peixe também é conhecido por suas propriedades benéficas em relação ao perfil lipídico, ou seja, por reduzir as taxas de colesterol e de triglicerídeos. Ele está sendo testado por Glorimar, que ainda não tem resultados finais em relação aos seus benefícios. Outro alvo dos testes é o ácido linoléico conjugado (CLA), um suplemento alimentar usado de forma indiscriminada nas academias com o objetivo de perder peso. “No caso do óleo de peixe e do CLA, terminamos a coleta de amostras das voluntárias e estamos concluindo as análises laboratoriais e tabulando os resultados”, conta, adiantando que a castanha e o azeite de oliva são outros alimentos funcionais que devem ter seus efeitos testados, no futuro, no Instituto de Nutrição da UFRJ.

Além de Glorimar, que acaba de lançar o livro Dieta da Linhaça (revista Saúde!, Ed. Abril, 160 pág.), participam das pesquisas a professora Claudia Bento, que coordena junto com ela o Centro de Pesquisa e Nutrição Clínica do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF), da UFRJ, e as alunas de pós-graduação em nutrição Sofia Uehara, bolsista de doutorado pela FAPERJ, Wânia Monteiro, Graziele Huguenin e Cristine Vogel.

Fonte:G1/www.blogers.com.br/www.malaguetacomunicacao.com.br/ www.midiaemeioambiente.blogspot.com

 Estes dados têm apenas o objetivo informativo. Não visam fornecer orientação médica. Nem os editores do Guia do Consumidor (R), Publications International, Ltd., nem o autor, nem o editor assumem a responsabilidade por qualquer eventual conseqüência de tratamento, procedimento, exercício, mudança na alimentação, ação ou aplicação de medicamentos a partir da leitura ou prática descrita nestas informações. A publicação destas informações não representa o exercício da medicina e elas não substituem a recomendação de um médico ou outro profissional da saúde. Antes de decidir fazer qualquer tratamento, o leitor deve procurar orientação de um médico ou de outro profissional da saúde.

 

Veja mais sobre colesterol:

Sucos e vitaminas para emagrecer, e diminuir o colesterol
Caminhada: Aprenda a emagrecer e cuidar da saúde
Ração humana:Emagrece e diminui o colesterol

 

Recomendado para você

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *