Coctel ou coquetel – Como organizar

Veja tudo sobre como organizar um coquetel completo e perfeito!

Publicado por: Cida Ramos

Veja nesta matéria como organizar um coctel ou coquetel completo para qualquer tipo de festa que você deseje fazer. Ele é uma das maneiras mais usadas e populares de se comemorar uma festa. Pode ser uma inauguração, um casamento, uma festa de aniversário, um batizado, uma vernissage ou despedida de solteiro.

Independente do motivo da festa um coquetel vai bem em qualquer situação. Um coquetel é mais fácil de organizar, mais rápido e mais barato também.Além de ser mais descontraído.Por extensão, a palavra também se refere a um tipo de reunião informal onde devem imperar a alegria, a confraternização, o incentivo às boas relações interpessoais. É uma excelente oportunidade para conhecer pessoas e trocar informações e cartões profissionais. Sobre este tipo de evento é que falaremos aqui.

Veja também:
Coctel para festa de aniversário ou casamento – Como organizar
Casamento -Como organizar sua recepção

Ao organizar um coquetel é preciso considerar alguns aspectos:

1) objetivo claro – Sempre existe um motivo que deve ser declarado aos convidados em convite impresso ou verbalmente: lançamento de livro ou disco, abertura de exposição, confraternização, boas-vindas ou despedida, homenagem etc.

2) patrocínio – Deve ser oferecido por pessoa física ou jurídica e não “por adesão”. Quem está convidando é que paga.

3) convidados – A critério de quem convida. Grupos menores, mais homogêneos. Maiores podem ser mais heterogêneos. Convites impressos que pedem confirmação de presença devem ser respondidos dentro de quarenta e oito horas. Se a resposta for negativa acrescenta-se, com gentileza, a razão que impede a ida.

4) horário – Em geral o coquetel acontece após o horário de trabalho. São suficientes duas horas de duração. Pode-se ampliar por mais trinta minutos o serviço. Depois disso, os anfitriões não têm mais obrigação de servir bebidas e alimentos. Como convidado, respeite o horário estabelecido no convite: não saia após a hora estipulada para o final do encontro.

5) local – Procure um espaço onde as pessoas fiquem próximas, na mesma sala, e coloque poucos assentos para que elas fiquem em pé e se movimentem entre os grupos. Só coloque mesas de apoio, sem cadeiras à sua volta. Circulem, circulem, circulem… Pois não é adequado monopolizar a atenção de alguém o tempo todo.

6) comidas e bebidas – O serviço deve ser volante, isto é, garçons e/ou copeiros circulando entre as pessoas para servi-las.

A bebida coquetel, que deu nome a este tipo de reunião, raramente é servida de forma individualizada pois idealmente precisaria de um barman especialista, preparando com cuidado cada copo artesanalmente, o que é difícil em reuniões de grande porte.

Servem-se vinho, champanhe, uísque e coquetéis preparados em quantidade maior. Sem álcool: coquetéis de frutas, sucos, refrigerantes e água mineral com e sem gás.

As comidas devem ser pequenas para serem colocadas inteiras na boca, de uma só vez.

As pessoas se servem de apenas uma peça, segurando-a diretamente com a ponta dos dedos polegar, indicador e médio. Na outra mão segura o copo e um pequeno guardanapo para limpar os dedos. Frutas secas podem ser postas em vasilhas sobre mesas de apoio. O mais deve ser oferecido pelos copeiros e garçons: pequenos sanduíches, empadas, pastéis, croquetes, quiches, queijos, azeitonas, torradas com patês etc. Pegam-se as azeitonas também com os dedos para levá-las à boca. Se elas tiverem caroço, este deve ser retirado da boca com a mão e colocado em recipiente apropriado, que deverá estar sobre as mesas de apoio.

7) música – Sempre em volume mais baixo que as vozes, seja gravação ou ao vivo, quando estiver apenas como fundo musical. Se ela for o motivo principal do evento, pede-se atenção durante sua apresentação, que não deve ser muito longa.

Estas são algumas sugestões, detalhes importantes que, somados ao bom humor e à alegria de quem recebe, colaboram para o sucesso do encontro.

 Conheça algumas regras básicas de como receber com perfeição

Receber é uma arte. Mas, muitas vezes, os anfitriões têm dúvidas de como agir em determinadas ocasiões. O quê e como servir? Como elaborar o convite para uma recepção? Para facilitar um pouco este “trabalho”, e retirar dúvidas, seguem algumas regras básicas:

Como elaborar o convite

Em ocasiões informais, o convite pode ser feito pessoalmente, por telefone, ou mesmo, por e-mail, com no mínimo, seis dias de antecedência. No caso de uma recepção mais formal, deve ser impresso. Nestas circunstâncias, o que vale é a originalidade, indo do mais simples ao mais sofisticado, devendo ser enviado com antecedência, prazo este que pode variar de vinte a trinta dias. Cabe ao anfitrião informar, no convite, o traje a ser usado.

Como receber os convidados

O anfitrião deve ser pontual. Caso ocorra algum imprevisto que o impeça de receber os primeiros convidados, deve ser representado por um membro da família. Um dos requisitos para se receber com sucesso é agir com naturalidade, segurança e desenvoltura, proporcionando aos convidados um clima de descontração e demonstrando, especialmente, a presença de todos indistintamente. Não se deve aguardar a chegada do último convidado para começar a servir os aperitivos.

O que servir antes da refeição principal

Devem ser servidos salgadinhos, canapés, além de coquetéis e aperitivos.

Como arrumar a mesa

Para uma reunião formal, a mesa poderá ser ornamentada com uma bela toalha e um arranjo de flores, sendo composta por sousplat, pratos, talheres, guardanapos combinando com a toalha e copos para água, vinho tinto e branco.

Para a organização dos pratos, temos primeiro o sousplat e, logo acima, o prato, com o guardanapo a sua esquerda. Do lado direito ficarão a colher, em caso de haver consomê, ou a faca para a entrada, a faca para peixe ou a faca para carne ou ave. Do lado esquerdo, deverá estar o garfo para a entrada, outro para peixe ou para carne. Acima dos garfos fica pratinho para pão e sobre ele uma faca para manteiga. Acima dos pratos fica a faca, o garfo e a colher .para sobremesa. Do lado direito, acima das facas, ficará um copo para água, um para vinho tinto e outro para vinho branco.

Caso seja servido champanha, sua taça poderá ocupar duas posições, dependendo da freqüência em que a bebida será consumida. Se este for servido somente uma vez ao longo do jantar, a taça deverá ficar à esquerda do copo para água, isto é, no lado oposto ao dos vinhos. Porém, se resolver servi-lo por todo o jantar, a taça deverá ficar à direita do copo para água.

Quando usar o jogo americano

O jogo americano pode ser usado em almoços, jantares e lanches; contudo, somente em ocasiões informais.

Quando servir à americana e como proceder

A refeição servida à americana é ideal para uma grande recepção com muitos convidados, pois deixa todos à vontade. Na arrumação da mesa, os pratos, talheres e guardanapos devem estar expostos no lado direito da mesa; um arranjo de flores ou frutas no centro; e as travessas no lado esquerdo. Bebidas e copos devem ficar em outra mesa. A preferência é dada para opções fáceis de serem consumidas, como saladas, risotos e strogonoff.

Como combinar bebida e comida

Para realizar essa combinação com sucesso, basta observar algumas sugestões: peixe e carnes brancas devem ser servidas com vinho branco; carne vermelha, com vinho tinto; a sobremesa pode vir acompanhada de champagne; licores e conhaques podem ser servidos após a sobremesa; enquanto que o whisky acompanha os aperitivos.

Como servir o cafezinho

O cafezinho deve ser servido após a refeição principal, em uma bandeja composta por xícaras, açucareiro e adoçante, com ou sem bule, visto que pode ser servido apenas o café diretamente nas xícaras. Atenção: não se deve colocar açúcar ou adoçante no cafezinho ao ser servido.

Fonte: curitibas.com.br.

Veja também:

Coquetel ou Recepção para formatura, casamento ou festa

 

Veja também

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *