Compartilhe:

Colesterol alto: 6 alimentos que ajudam a baixar o colesterol

Veja quais alimentos pode ser trocados e que ajudam a diminuir o colesterol.

Publicado por: Cida Ramos

alimentos que ajudam a baixar o colesterol

A célebre frase “somos o que comemos” parece se confirmar quando o assunto é a saúde. E o colesterol alto é um dos indícios dos maus hábitos alimentares quase sempre associados a alimentos ricos em gordura, e produtos industrializados.

E os médicos já alertam que é primordial uma reeducação alimentar para manter-se saudável e ajudar a baixar o colesterol alto consumindo mais alimentos que ajudam a baixar o colesterol ruim. Mas para quem pensa que manter uma alimentação regrada significa passar fome está muito enganada. Hábitos simples e a substituição de alguns alimentos ajudam e muito nessa fase sem precisarmos fazer grandes restrições.

O problema é que tem muita gente que não sabe cozinhar, e isso não é uma opinião de quem gosta de comer bem, é uma observação bem lógica. Quem não sabe cozinhar acha que sal é tempero e que gordura e óleo dão gosto na comida. E isso tipo de hábito que é mais comum do que a gente pensa,  acabam  por prejudicar uma família inteira. Não adianta procurar as “sementinhas da moda” que fizeram a  atriz fulana de tal perder não sei quantos quilos, ou a castanhinhas e frutinhas que vem das montanhas nevadas da “cochinchina” que custam uma fortuna achando que elas são a solução dos problemas. Vida saudável começa na mesa com o trivial simples, bem feito sem mistérios.

Resumindo, o que dá o gosto, o famoso “toque especial” do prato são os temperos certos para cada prato. Os bons ingredientes, e também é claro, o jeito certo de preparar o que infelizmente muita pouca gente sabe. Lembrando que isso é somente minha opinião, ok? Funcionou comigo e pode funcionar pra você também. Bom, recado dado vamos a alguns alimentos principais, que achei indispensáveis citar, que vão ajudar e muito na luta contra colesterol ruim.

Hábitos e alimentos que ajudam a baixar o colesterol alto

A questão do óleo de cozinha

azeite de oliva

Como muitos podem pensar, o vilão não é óleo de soja, mais sim o excesso dele. Os óleos são essenciais para o nosso organismo mas devemos prestar muita atenção como fazemos uso deles. O ideal é trocar o óleo de soja pelo azeite de oliva,  ou se possível e melhor ainda para o  extra virgem, que ajudam controlar os níveis de colesterol e o HDL, o bom colesterol, possuem vitamina E e antioxidantes que ajudam a combater o envelhecimento precoce. A moderação é a palavra chave, use sempre pouca quantidade, mesmo no caso dos azeites.

Mais tempero e sabor na comida

temperos naturais

Dê preferência aos temperos e especiarias naturais.

O que dá o sabor e  um toque especial  à  comida são os temperos corretos e não o sal, que é um grande vilão para as pessoas que tem o colesterol alto. O sal em excesso aumenta a pressão arterial levando a problemas sérios de saúde. Dê preferência aos temperos frescos, como a salsa, a cebolinha, o alecrim, manjericão, sálvia, alho, cebola,orégano entre outros que sejam da sua preferência. Evite os temperos prontos, que são práticos mas que contêm uma quantidade elevada de sódio e conservantes.

Carnes

carne vermelha magra

Para quem não dispensa as carnes nas refeições a primeira coisa que vem a cabeça quando se fala em reeducação alimentar e abrir mão das carnes vermelhas, mas isso não é bem verdade. Há certos cortes de carne que devem sim ser riscados da sua dieta como as costelas, picanhas, bisteca, cupim, embutidos e linguiças ou qualquer outra carne que tenha uma quantidade excessiva de gordura. Esses cortes que possuem um grande quantidade gordura e são um dos vilões do colesterol alto.

Portanto é preciso saber escolher os cortes que possuem baixa quantidade de gordura como o contra filé, filé, a alcatra, o patinho, o lagarto, por exemplo que são cortes magros. E quem disse que tem que abrir mão da carne suína? Sim dá pra comer, em especial o lombinho que é parte mais magra e com pouca gordura. Só não vale rechear com o bacon ou o torresminho hein?

Troque os salgadinhos e as bolachas recheadas

grãos, nozes e catanhas

Você sabia que em um pacotinho de bolacha recheada existe meio copo de óleo na sua composição? Parece um absurdo mais é a mais pura verdade! Isso  sem falar na quantidade de sódio e açúcar, que todos juntos resultam em uma verdadeira bomba calórica para o nosso organismo.

Então, você pode substituir os salgadinho e bolachas pelas oleaginosas que são: castanhas, nozes, amendoins e pistaches, que possuem gorduras monossaturadas e antioxidantes. Ou mesmo usar a opção de barrinhas de cereais de preferência light.

Dica: Separe algumas porções das oleaginosas em saquinhos pequenos. Facilita para levar na bolsa e é ideal para os lanches nos intervalos do trabalho.

Troque os refrigerantes pelas frutas cítricas

frutas cítricas

Substitua os refrigerantes pelas frutas cítricas como o limão a laranja e acerola. Elas são ricas em fibras solúveis e vitaminas C que ajudam a baixar o colesterol alto. Se for fazer um suco de frutas, procure não exagerar no açúcar ou de preferência usar adoçante ou mesmo não usar nada. Que tal  tentar sentir sentir o açúcar natural das frutas? Faça o teste.

Leite de soja ao invés do leite integral

O leite desnatado  é um opção melhor do que o leite integral, mas você ainda pode tentar variar tomando também o leite de soja. Os derivados da soja possuem substancias que ajudam a elevar o HDL e ainda dão uma aliviada para quem tem o intolerância a lactose.

Vale lembrar que você  deve sempre ir ao médico para estar em dia com os seus exames rotineiros, a prevenção sempre é o melhor remédio.  Então, cuide-se!

Recomendado para você

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *