Como parar de comer açúcar: 10 dicas para começar já!

Se você chegou a conclusão de que está hora de parar com o açúcar, selecionamos 10 dicas para você começar e não desistir no meio do caminho.

Publicado por: Cida Ramos

Já não é mais novidade para ninguém que o açúcar em excesso faz muito mal para a saúde. O que muitas pessoas sentem dificuldade é como seguir uma rotina para conseguir parar de comer açúcar definitivamente e deixar de ser escravo dos doces. Afinal, ter o direito de escolha para comer o que quiser de vez em quando é bem melhor do que ser obrigado a parar por problemas de saúde, como a diabetes, por exemplo.

Seja por necessidade ou por opção, parar de comer açúcar acaba se tornando confuso para muitas pessoas, ainda mais porque este ingrediente aparece disfarçado em vários alimentos. Geralmente ele aparece com nomes complicados que passam desapercebidos nos rótulos de muitos produtos industrializados como:

  • Xarope de milho;
  • Sólidos de xarope de milho;
  • Dextrose;
  • Frutose;
  • Xarope de milho rico em frutose (HFCS);
  • Açúcar invertido;
  • Xarope de malte;
  • Maltose;
  • Melaço;
  • Néctares.

Se você vê isso com frequência nos produtos que consome, saiba que isso é açúcar.

O açúcar causa dependência?

Sim! E diversos estudos comprovam que ele estimula regiões no cérebro da mesma maneira que o uso de cocaína e heroína.

Devido a sua alta taxa calórica, o açúcar acaba estimulando o duodeno, uma parte do nosso intestino delgado, que comunica os centros nervosos de recompensa do cérebro informando que o alimento é calórico. Por consequência, a sensação é prazer e saciedade, mas sempre acompanhadas da necessidade de consumir mais para voltar a sentir o mesmo prazer. Sintoma familiar né?

Em uma pesquisa de 2011 da Universidade de Princeton, mostra as alterações comportamentais (similares aos efeitos de drogas) em ratos de laboratório ao consumir muito açúcar refinado.

sintomas da abstinência do açúcar

Além de causar dependência, alguns sintomas são relatados quando o indivíduo para de consumir açúcar e doces.

Para quem comeu a vida inteira açúcar de qualquer espécie, obviamente que cortar o consumo do mesmo pode causar alguns sintomas de abstinência. Insônia, agitação e alterações de humor entre outras estão entre os sintomas mais comuns de quem para de comer doces.

Há, mas eu pratico muitos exercícios…

Bom pra você, e é melhor continuar porque se exercitar faz muito bem para a saúde, seja qual esporte ou atividade for.

Entretanto, a falsa ilusão de que você pode comer o que quiser desde que se exercite é muito controversa. Já é consenso entre o mundo científico que os exercícios por si só não resolvem o problema da perda de peso. É necessário uma alimentação saudável e balanceada aliado a exercícios físicos para poder ter resultados satisfatórios.

Embora o excesso de peso talvez não seja o seu problema, os exercícios tem um papel importante para quem quer parar de comer açúcar e doces, pois a prática regular ajuda a diminuir a fome e a ansiedade.

Dicas de como parar de comer açúcar definitivamente

É bom sabermos com o que estamos lidando e ficar claro que o açúcar refinado não é alimento e não vai fazer falta alguma na sua alimentação. Ele não possui nutrientes, fibras ou qualquer outra substância indispensável para o nosso organismo. Basicamente ele fornece energia rápida e vazia, e o pior com prejuízos consideráveis, uma vez que para ser metabolizado ele retira cálcio do organismo, por exemplo.

1- Elimine ou reduza o consumo de alimentos processados e industrializados

Alimentos e produtos industrializados e processados.

Foto: biryanibubble.com

Conhecidamente existem alimentos recheados de açúcar que podem ser facilmente deixados de lado ou consumidos muito raramente.

Produtos industrializados ricos em açúcar como:

  • Iogurtes; (Veja uma receita de iogurte natural caseiro sem açúcar.)
  • Massas de tomate (pode possuir até 14 gramas de açúcar por embalagem de 150gramas!);
  • Sucos concentrados;
  • Águas gaseificadas e saborizadas;
  • Maionese;
  • Condimentos como ketchup e mostarda;
  • Molhos prontos;
  • Pães industrializados;
  • Sorvetes;
  • Biscoitos;
  • Entre outros.

Esses são apenas alguns exemplos onde o açúcar está “embutido” nas formulações dos diversos produtos que consumimos.

2- Diga adeus aos refrigerantes!

Foto: soft-drink.wikia.com

Sem muitas novidade neste quesito né? Os refrigerantes são uma verdadeira bomba calórica. Na composição dos refrigerantes, estão os conservantes, acidulantes, antioxidantes, corantes, estabilizantes, umectantes, aromatizantes, e diversas outras substâncias não saudáveis como a grande quantidade de açúcar.

Se você tomar um refrigerante estará consumindo 2 colheres de sopa de açúcar e se tomar 1 refrigerante por dia estará consumindo em média 1.110

Sua composição não possui vitaminas, fibras e nenhuma vantagem ao organismo. E se você toma refrigerante todos os dias, o seu problema é grande!

3- Cuidado com o açúcar disfarçado

Foto: pexels.com

Sabe aquele cafezinho disponível a toda hora na empresa? Na maioria das vezes está sempre adoçado demais.

O bolinho inocente na hora do lance repleto de açúcar e farinha refinada também é uma armadilha disfarçada. Balas, doces e chicletes também merecem atenção pois acabamos consumido sem perceber e quantidade de açúcar presente neles é bem grande.

4- Descubra novos sabores sem o açúcar

Quanto estamos viciados, qualquer coisa que nos é apresentados como “doces” e que não levam o açúcar refinado parece sem gosto. Nosso corpo acaba desaprendendo a sentir o doce natural dos alimentos.

Reeducar o nosso paladar é muito importante para não sentirmos falta do açúcar, e principalmente para você deixar de ser escravo dos alimentos açucarados e comer simplesmente quando você quiser e tiver vontade. Veja algumas dicas:

  • Comece eliminando o açúcar refinado e os adoçantes. Sim, os adoçantes também! Tente não adoçar sucos, chás e cafés e experimente sentir o sabor e o doce natural que os alimentos possuem, isso vai fazer toda a diferença. E se precisar de um adoçante saudável para se acostumar, prefira o Xilytol ou Stevia que são os mais naturais.
  • Aos poucos, elimine os produtos açucarados como biscoitos, bolachas, cereais e até aquela granola que parece ser saudável mas na verdade é repleta de açúcar. Dá pra fazer granola em casa.
  • No início você pode se sentir tentado a usar muitos adoçantes na substituição do açúcar, mas evite-os ao máximo. Os adoçantes também tem efeito negativo quando usados em excesso.

Dessa maneira você vai perceber que o seu paladar vai se adaptando ao novo estilo de vida e tudo que você comia antes vai acabar sendo enjoativo e açucarado demais.

5- Consuma menos farinha de trigo refinada

Foto: pexels.com

Alimentos que levam farinha refinada como o famoso pãozinho francês, bolos, tortas e massas são ricos em carboidratos que vão se metabolizar e se transformar em açúcar no sangue. Isso gera fome em um curto prazo de tempo, eleva os níveis de insulina e a vontade de comer doces aumenta ainda mais.

Tente ir substituindo aos poucos esses alimentos por alternativas alimentos mais saudáveis como legumes, verduras e proteína animal. E quanto as guloseimas, procure fazer com farinhas sem glúten, como as que você pode ver nesta matéria na qual ensinamos a fazer as farinhas em casa. Temos também aqui no nosso site, várias matérias de receitas deliciosas que vão te matar a vontade de doces perigosos.

Veja também: Receita de Bolo de banana saudável sem leite, sem açúcar e sem farinha, sem gordura

6-  Consumir mais legumes e verduras todos os dias

Foto: wallpaperscraft.com

Legumes e verduras incluídas em todas as refeições auxiliam na saciedade, ou seja, você vai demorar para sentir fome e principalmente vai começar a consumir menos açúcar. Você já deve ter ouvido falar da batata doce, do inhame que são carboidratos que demoram para ser digeridos e trazem mais saciedade. Além deles, descubra novas opções que tem baixo carbo, como o brócolis, a couve flor, abobrinha verde e/outras.

Inclua até 70 gramas de proteína animal de boa qualidade e você terá uma refeição equilibrada!

7- Você come por compulsão?

Foto: pexels.com

Ansiedade, depressão e nervosismo são terríveis para o corpo porque acabamos por compensar na comida. Muitas pessoas usam os doces como um mecanismo de compensação em crises de ansiedade por exemplo.

Se esse for o seu caso, tente ajuda profissional para pode lidar com esse tipo de problema. Mas temos algumas dicas para te ajudar a diminuir a compulsão por doces…

  • Uma boa alternativa para quem adora chocolate, é consumir o orgânico, com menos açúcar possível, como os acima de 70%.
  • Outra boa alternativa para aliviar a ansiedade é a prática de atividade física. Encontre um esporte que goste ou apenas faça caminhadas regulares, ande de bicicleta enfim, isso ajuda bastante a reduzir o estresse e evita o mecanismo de compensação com os doces.
  • Coma frutas, castanhas, oleaginosas em geral. Elas vão diminuir a vontade do doce!

8- Coma mais frutas

banana, mamão e abacate

Foto via: bloogdajeni.wordpress.com

As frutas são ricas em glicose, o açúcar natural da própria fruta. Se sentir vontade de comer um doce, opte por fruta. Aos poucos a compulsão por doces irá passar.

Quer uma boa dica de sobremesa? Iogurte natural batido com frutas, é delicioso e faz bem para saúde!

9- O que os olhos não veem…

Fica mais difícil para de comer açúcar se a sua casa está repleta de tentações açucaradas no armário. A famosa “beliscadinha” durante o dia irá prejudicar no seu processo portanto, vá substituindo os produtos industrializados da sua casa por alimentos livres de açúcar.

A dica é trocar por “alimentos de verdade”. Simples assim, comida mesmo. Legumes, verduras, carnes e grãos que você possa cozinhar. Aqui no site nós temos diversas receitas saudáveis a receitas Fit, para você preparar, tanto doces quanto salgados:

10- O perigo dos produtos diet, light e zero

Foto: pexels.com

O primeiro grande impacto em quem para de comer açúcar, é achar que substituir pelo mesmo produto na sua versão light, diet ou zero resolve o problema, mas isso é um engano!

Alimentos diet e light possuem algum ingrediente com valor reduzido, gordura, açúcar ou taxa calórica. Mas isso não significa que ele é isento de açúcar, basta ler o rótulo e ver os ingredientes, que você vai constatar que na comparação entre um produto comum e outro diet ou light, existe bem pouca diferença.

O mesmo acontece com os refrigerantes zero açúcar, que são recheados de adoçantes e corantes artificiais. Esse tipo de produto tem doses elevadas de sódio, que contribui para a elevação da pressão arterial, retenção de líquido e problemas renais. E a alta concentração de adoçantes acabam causando mal ao seu organismo, mesmo que você não seja alérgico aos corantes ou adoçantes.

Tente organizar seu cardápio semanal

Essa dica é muito importante tanto para quem está deixando de comer açúcar como para quem quer perder peso e ter uma vida mais saudável.

Se a sua rotina permitir, levar consigo uma marmita, essa é uma das melhores opções para não cair em tentação quando a fome bater.

Uma sugestão de cardápio que você pode levar na marmita ou procurar nos restaurantes, seria:

  • Uma porção de arroz integral e feijão. Se não quiser arroz e nem feijão, troque por uma carboidrato de absorção lenta como a batata doce, mandioca ou inhame;
  • Carnes ou peixe grelhado;
  • Seleta de legumes como: Brócolis, cenoura, vagem, abobrinha, berinjela. Varie os legumes durante a semana para não ficar enjoativo.

Viu como é simples?

Para as sobremesas e lanche, opte por frutas secas como e castanhas. Elas saciam e tiram a vontade de comer doces.

Veja também: Receita Fit de Bolo de banana

E você, também está tentando parar de comer açúcar? Compartilha com a gente aí nos comentários e obrigada pela visita 🙂

Veja também

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *