Por: Cida Ramos em: 28 de agosto de 2012

Como se vestir de maneira elegante

Veja dicas para se vestir de forma elegante com cuidados simples para ficar chique sem muito esforço!

como-se-vestir-de-maneira-elegante-capa2

Com dicas simples e seguindo algumas regras, você pode se vestir de modo chic e elegante sem gastar muito e sem muito esforço, confira!

Decote, saia curta, roupa apertada? Tudo ao mesmo tempo não dá certo. Para ser elegante e estar sempre bem vestida, seja clássica, comportada e use sempre o look certo para cada ocasião. Não exagere em decotes, comprimentos e modelos.

Veja também:

O dress code: o que vestir nas festas, para eles e elas!

A roupa certa para cada festa: O Dress Code, dicas e fotos!

Algumas dicas:

Você deve adequar sempre o seu look ao ambiente em que será utilizado. Se você foi convidada para um churrasco, bem informal, na casa de amigos, nada de subir no salto de 15 cm e colocar o vestido “bandage”. Prefira um salto médio, vestido casual ou uma calça jeans com uma blusa bonita, mas nada exagerada.

Jamais compre uma roupa sem prová-la, afinal nem tudo que está na moda fica bem para todo mundo.

Olhe com olhar crítico para você e descubra qual é o seu tipo físico, desta forma poderá valorizar exatamente o que você tem de bonito e assim comprará roupas com este perfil.

Muito cuidado quando quiser ser sensual porque existe uma diferença muito grande em se vestir sensualmente ou ficar vulgar. Nada de exageros.

Tenha peças coringas no seu armário, aquelas mais clássicas tanto em cores como modelos como um tubinho preto, camisas brancas, calças jeans, uma bota elegante e um sapato fechado de salto intermediário e cor neutra.

Compre sempre roupas que sejam do seu manequim exato, nem maiores nem menores.

Se estiver acima do peso opte por cores mais escuras pelo menos em alguma peça e acessórios sempre mais discretos.

Se vista sempre conforme a ocasião por isso quando for convidada para algum evento pergunte que tipo de evento ou festa será e assim você poderá estar elegante.

Algumas regras a seguir:

* Descubra seu tipo físico

Esse é o passo mais importante para se vestir bem. Tire as medidas e confira seu tipo de corpo:

-Retângulo – Ombros, cintura e quadris têm as mesmas medidas.

-Ampulheta – Busto e quadril da mesma medida e cinturinha mais fina.

-Triângulo invertido – Ombros são mais largos do que os quadris e as coxas.

- Oval – A cintura, os ombros, as costas e o peito são maiores que os quadris e as coxas.

-Triângulo(pera na imagem abaixo) – Nesse tipo físico, os quadris são bem largos e os ombros são estreitos.

* Valorize seus pontos fortes

Qual é a parte mais bonita do seu corpo? Descubra e chame atenção para essa região. Se você adora suas pernas, por exemplo, aposte nas saias. Assim, você tira a atenção dos lugares de que gosta menos.

* Não mostre demais a sua pele!

Usar um superdecote com uma minissaia até destaca todos seus atributos, mas fica vulgar. Se seu objetivo é ficar sensual, deixe apenas uma região à mostra e use um belo salto alto. É mais que suficiente!

* Reconheça sua idade

O que vestimos aos 15 anos dificilmente continuará legal no corpo quando chegarmos aos 30. A partir dessa idade, é preciso redobrar a atenção: roupas com cortes mais estruturados ficam melhor, porque não destacam defeitinhos como celulite, culote e barriga.

* Enxugue as medidas

A maneira mais fácil de fazer isso é usar roupas escuras. Mas nada de fazer o look preto total, que deixa a imagem muito pesada! Incremente a produção com uma bela bolsa ou com acessórios coloridos e alegres.

* Vista seu número

Se você usa roupas maiores que seu tamanho, só para poder esconder as gordurinhas, está cometendo um crime contra si. O mesmo serve para quem veste jeans apertado: destaca justamente o que não deveria.

* Descubra o poder dos decotes

Os decotes em V e U são perfeitos para quem tem busto grande. Já os do tipo canoa e tomara-que-caia aumentam o tamanho dos ombros e são ótimos para quem tem ombros muito estreitos.

* Aposte nos acessórios

Eles levantam qualquer modelito e desviam a atenção dos seus defeitinhos. Atente para as combinações – não dá para usar brinco hippie com colar de pérola. Evite pôr tudo: brinco, pulseira, colar, anel, tornozeleira… Você não é uma vitrine!

* Deixe a calça tocar no peito do pé

Sabe por quê? Quando encosta em cima do pé, a calça alonga a silhueta. Isso dá a impressão de que você é mais magra. A barra deve parar no meio do salto. Se for usar uma sapatilha ou um sapato baixinho, dobre um pouquinho a calça, para que a barra não fique arrastando no chão.

* Cuidado com pregas e volumes

Eles podem aumentar ainda mais suas medidas. Por isso, tome cuidado na hora de usá-los. Coloque pregas e volumes apenas se quiser valorizar a região onde eles vão ficar. Uma boa ideia é usar uma saia balonê quando você é reta e não tem bumbum. O efeito é chique e imediato!

* Escolha estampas pequenas

Quer usar estampas? Aposte nas pequenas. As grandes aumentam as medidas e, na maior parte das vezes, só ficam bem em sofás e cortinas.

* Tenha peças curingas

Sempre tenha no guarda-roupa: vestido preto, terninho de cor neutra, casaquinhos de meia-estação, camisas brancas, sapato fechado de salto médio, bota elegante, uma bolsa básica e um bom e surrado jeans.

* Respeite seu estado de espírito

Quando uma pessoa está triste, procura cores sempre escuras. Quem está alegre usa peças mais vivas. Não quebre a cabeça tentando um look colorido se não estiver num bom dia. Que tal o pretinho básico?

* Atente para o tecido

Panos pesados, como brim, lã e sarja, podem estragar o visual. Use-os com moderação. Sempre que escolher uma peça assim, combine-a com tecidos mais leves.

* Olhe-se no espelho

Esta é a principal regra para se vestir bem. Aprenda a se ver! Quando estiver experimentando uma peça, preste atenção em como ela cai no seu corpo e principalmente se você se sente bem.

Fonte:http://mdemulher.abril.com.br

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta