Compartilhe:

Confira tudo sobre Lipoaspiração Tumescente: Lipo com anestesia local

Saiba tudo sobre a lipoaspiração com anestesia local

Publicado por: Cida Ramos

capa lipo

A nova técnica de Lipoaspiração Tumescente representa uma verdadeira evolução em relação a lipoaspiração convencional, pois é menos dolorida, tem um pós-operatório bem mais curto e deixa menos hematomas do que o método convencional de lipoaspiração.

Entre as vantagens da Lipo tumescente temos: preço da lipoaspiração tumescente até 50% menor que o da lipo convencional, maior segurança ( pois nao ha os riscos relacionados a anestesia geral), sem internacao hospitalar e recuperação muito mais rapida ( no dia seguinte a maioria dos pacientes ja esta trabalhando).
 

 Você poderá gostar:
Lipoescultura – entenda como é feita a cirurgia

Lipo a laser promete pós-operatório menor e sem sobra de pele flácida
Combinação de lasers poderosos e peelings renovam a pele
Ácido hialurônico:Aumento de seios, lábios, panturrilha sem cirurgia

 Segundo o Dr Valter Hugo, a técnica de lipoaspiração tumescente é uma das mais procuradas em sua clinica de Cirurgia Plastica, justamente pela sua praticidade: as pacientes realizam a lipo e saem andando da clinica, sem internacao hospitalar.O preço varia entre 1.500 à 3.000 mil reais.

A lipoaspiração tumescente é um procedimento rapido, com duração media de 2h, realizado inteiramente sob anestesia local, e apos a lipo, o paciente pode retornar a sua residencia, sem necessidade de permanecer internado em hospital. De acordo com o artigo “The safety of liposuction: results of a national survey” publicado no respeitado Journal of Dermatologic Surgery, onde se avaliaram mais de 66 mil lipoaspirações realizadas utilizando a tecnica de lipo tumescente, nenhum caso de morte ou complicação grave foi relatado, quando o paciente fez sua lipoaspiracao com a utilizacao da tecnica tumescente. 

Outro fator que corrobora para segurança da tecnica tumescente se refere ao sangramento mínimo  observado na lipo , devido a ação da epinefrina presente na solução anestesica tumescente, que promove uma grande vasoconstricção capilar . Segundo estudo científico, onde foram observados 112 pacientes que se submeteram a lipoaspiracao tumescente , com retirada de gordura variando entre 1,5 a 3,4 litros, concluiu-se que a perda média de sangue vista em cada paciente foi de apenas 15 ml ( equivalente a uma colher de chá).

A anestesia tumescente possui uma eficacia tão grande em minimizar as perdas sanguineas, que a grande maioria dos pacientes que realizaram sua lipoaspiração apenas com anestesia local perdeu mais sangue em razão da coleta de sangue para os exames pre operatorios , do que na lipospiração propriamente dita. Com tantas inovações, a nova técnica de lipo tumescente rapidamente se tornou um sucesso , sendo procurada principalmente por pacientes que nao dispoem de tempo para ficarem afastados do trabalho por um periodo prolongado ou que tenham medo de passar por uma lipoaspiração convencional com os riscos presentes na anestesia geral.

História 

Esta técnica foi desenvolvida pelo dermatologista norte-americano Jeffrey Klein, em 1985, sendo difundida através de uma série de publicações científicas. Desde então, estima-se que em torno de um milhão de lipoaspirações tumescentes já tenham sido realizadas em todo o mundo, sem nenhuma morte relatada.

O que é

É uma técnica aspirativa de gordura realizada exclusivamente com anestesia local. A lipoaspiração tumescente se diferencia da lipoaspiração tradicional basicamente pela infusão de uma solução anestésica especial, denominada anestesia tumescente de Klein.

 Esta solução tem como base a lidocaína (mesma substância utilizada na anestesia dentária tradicional) infundida em grandes volumes mas em alta diluição, associada a produtos que provocam diminuição do sangramento no local e neutralizam a fórmula. Desta maneira, além de dispensar a anestesia geral, o sangramento é mínimo.

 Indicação

 É uma opção eficaz para retirada de áreas restritas de gordura cutânea. Os resultados costumam ser excelentes, e a segurança da solução de Klein em termos de danos ao organismo e sangramento é um aspecto de grande importância. Entretanto, ela tem algumas limitações. Como a anestesia é local, a quantidade de gordura removida é limitada. Geralmente, não mais que dois litros por sessão.

 Portanto, a lipoaspiração tumescente é uma ótima técnica para pessoas que apresentam gorduras localizadas sem serem obesas.

 Onde é realizada

 A lipoaspiração tumescente é um procedimento cirúrgico que deve ser realizado em ambiente que comporte cirurgia estéril. Se a condição clínica do paciente for boa e a área a ser tratada restrita, pode ser realizado em sala de cirurgia não hospitalar.

 Embora a lipoaspiração tumescente seja realizada com o paciente acordado e totalmente lúcido, indivíduos muito ansiosos podem necessitar de sedação ao longo do procedimento. Nestes casos, a cirurgia deve ser realizada em ambiente hospitalar, com a presença de anestesiologista.

 Avaliação pré-operatória

 Antes da cirurgia, é de grande importância que haja interação entre o cirurgião e o paciente, já que o sucesso depende de ambos. Pacientes excessivamente ansiosos ou com expectativas pouco realistas sobre os resultados a serem alcançados, devem ser desencorajados a ser operados.

 Nesta consulta, é avaliada a qualidade e quantidade de gordura e proposta a melhor alternativa de tratamento. Usualmente, é requisitado um risco cirúrgico completo, preferencialmente realizado por um cardiologista. As medidas e as fotos das áreas a serem tratadas podem ser tomadas neste dia ou no dia da cirurgia.

 É conveniente banho com sabonetes anti-sépticos desde três dias antes do procedimento. Uso prévio de medicações homeopáticas, como a arnica, pode diminuir o avermelhamento após o procedimento.

 Quando não é administrada sedação, não há necessidade de jejum, mas alimentos "pesados" devem ser evitados. Alho também deve ser evitado, por aumentar o tempo de sangramento, bem como medicamentos antiinflamatórios ou que contenham ácido acetil-salicílico.

 Nesta consulta, será indicada a malha contensora (cinta) ideal para ser comprada. Particularmente, é interessante ter duas destas, por questões de higiene.

 O dia da cirurgia

 Embora alguma ansiedade seja comum, se esta for em excesso é melhor adiar a cirurgia. É bom comparecer ao local da cirurgia em trajes leves e acompanhado por alguém de boa vontade e que transmita tranqüilidade.

 O procedimento demora em média 150 minutos e deve ser feito sem interferência externa. O curativo final será envolto pela malha contensora (cinta), portanto é fundamental que o paciente não se esqueça de levá-la. É importante também que o paciente não esteja bronzeado no dia da lipoaspiração.

 O pós-operatório 

Os cuidados pós-operatórios são tão importantes quanto a cirurgia em si. Exposição ao sol deve ser evitada por pelo menos dois meses após o procedimento. Atividades físicas leves normalmente podem ser realizadas duas semanas após.

 A cinta costuma ser mantida por um mês, sendo que na primeira semana, ela só deve ser retirada para o banho. O retorno às atividades cotidianas (trabalho, estudo) é muito variável, dependendo da pessoa e do esforço, podendo variar de três a quinze dias.

 Num primeiro momento, podem haver áreas avermelhadas e endurecidas, que desaparecem espontaneamente. É comum a área ficar dolorida nos primeiros dias. Analgésicos costumam ser prescritos e o repouso ajuda bastante.

 Devido à infiltração da solução de Klein, nos primeiros dias a aparência é de aumento de volume. Na medida que o líquido vai sendo eliminado pela urina, o resultado começa a aparecer. Em geral, em um mês este já é total, sem manchas ou irregularidades. Drenagem linfática manual pode ser feita a partir da segunda semana, mas não deve ser considerada como essencial.

 Complicações

 Quando realizada pela técnica clássica de Klein, é desprezível o índice de complicações graves, nenhuma descrita como debilitante ou fatal. Devido a solução tumescente infundida, o sangramento é mínimo, não sendo necessário nem transfusão nem estocagem de sangue.

 O uso de microcânulas parece ser o responsável por uma maior homogeneidade do contorno, todavia, é possível alguma irregularidade e ser abordada num segundo momento. Hematoma não é comum, mas pode ocorrer, devendo ser drenado. Seromas são mais freqüentes e, em geral, desaparecem espontaneamente em um mês. Enjôo ou tonteira após o procedimento por vezes ocorre, devendo o primeiro banho ser tomado acompanhado.

 Em linhas gerais, quando o procedimento é realizado de acordo com a descrição consagrada de Klein (20 anos de lipoaspiração tumescente), sua segurança é enorme e a satisfação costuma ser elevada. Por questões de marketing, "inovações" à lipoaspiração tumescente vêm sendo divulgadas na mídia. A segurança aqui descrita reside no emprego da técnica tradicional.

Fontes:http://www.dermatologia.net /http://www.cirurgia-plastica.com

Veja fotos do antes e depois (Clique na foto para ampliar)

Recomendado para você

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *