Compartilhe:

Dieta: Escolha a fruta certa para não detonar a sua dieta

Elas são aliadas da dieta, mas algumas devem ser consumidas com cautela. Saiba qual a fruta ideal para cada momento do dia Você já deve saber que ficar sem comer entre uma refeição e outra não vai ajudar a eliminar os quilos a mais. Muito pelo contrário: esse “crime alimentar” só vai dar razões para […]

Publicado por: Cida Ramos

garota-salada-frutas

Elas são aliadas da dieta, mas algumas devem ser consumidas com cautela. Saiba qual a fruta ideal para cada momento do dia Você já deve saber que ficar sem comer entre uma refeição e outra não vai ajudar a eliminar os quilos a mais. Muito pelo contrário: esse “crime alimentar” só vai dar razões para que você exagerar no tamanho do prato no almoço e no jantar. Um bom motivo para comer de três em três horas é que o hábito ajuda a manter o metabolismo sempre acelerado. No entanto, na hora do lanchinho entre as refeições principais, não vale enfiar o pé na jaca e devorar a feira inteira. As frutas são uma saborosa e saudável opção, mas BOA FORMA conta para você quais sãs as melhores aliadas de uma boa alimentação. Sinal verde Ricas em vitaminas, as frutas são sempre bem-vindas em qualquer cardápio. Mas, a nutricionista Cynthia Antonaccio avisa que, quando o assunto é o lanchinho entre as refeições, as de baixas calorias e que dão maior sensação de saciedade devem estar no topo da lista. Confira quais são: Mexerica – Graças à casca grossa e aos gominhos, é prática e pode ser carregada até mesmo dentro da bolsa. Rica em fibras, a fruta vai manter seu intestino em pleno funcionamento e ainda vai ajudar você a economizar calorias. Frutas vermelhas – morango, berries e cereja – São as preferidas de quem busca uma alimentação balanceada, apesar de muito saborosas, tem valor calórico baixo. A porção considerada ideal pela nutricionista é 1 xícara ou um punhado grande. Banana – Pode ajudar você a driblar a vontade de comer doces. Assada ou grelhada e com uma pitada de canela, ela se transforma em uma deliciosa sobremesa. Laranja – Também ganha no quesito praticidade e o fato de chupar os gominhos também aumenta a sensação de saciedade. Damasco seco – Tem sabor bem adocicado e é rico em fibras. Por ser fácil de carregar, a fruta pode ser uma opção para quem não pára em casa ou no escritório. Segundo Cynthia Antonaccio, 5 unidades de damasco seco são suficientes. Goiaba Vermelha – Também promete manter seu intestino em dia. Docinha, a fruta exige empenho na hora de mastigá-la, o que também contribui para a sensação de saciedade. As frutas acima têm entre 60 e 80 calorias. Sinal amarelo As frutas não podem ficar de fora de um cardápio saudável, mas algumas têm alto valor calórico e, por isso, devem ser consumidas com mais cautela. “É importante controlar a quantidade, regular as porções. No geral, as frutas maiores devem ser consumidas com mais atenção”, explica a nutricionista Cynthia Antonaccio. De acordo com ela, as frutas que recebem o sinal amarelo são o abacaxi, a melancia, a manga, o melão e a uva. No entanto, não é necessário tirá-las do seu menu: para não colocar a dieta em risco, confira quais são as porções ideais para cada uma delas. Abacaxi: 1 fatia Melancia: 1 xícara de cubos Manga: metade ou 1/3, depende do tamanho da fruta Melão: 2 fatias Uva: 1 cacho pequeno Ideais para a sobremesa Resistir aos doces mais calóricos após as refeições não é nada fácil. Mas uma fruta saborosa pode ajudar, e muito, na hora de tapear a vontade de devorar uma sobremesa. Segundo Cyntia Antonaccio, toda fruta pode ser consumida logo após a refeição. No entanto, 1 fatia de abacaxi ou metade de um mamão papaia estão de bom tamanho. “Essas duas frutas possuem enzimas digestivas, que facilitam o trabalho do organismo após as refeições”, explica. Além do abacaxi e do mamão, a laranja, a goiaba e a tangerina também podem ser opções para quem não abre mão de adoçar o bico após o jantar ou almoço. Ricas em vitamina C, essas frutas ajudam o organismo a absorver o ferro consumido durante a refeição. “Mas no geral, é melhor consumir as frutas entre uma refeição e outra mesmo”, alerta a nutricionista. Fonte:boaforma.abril

Recomendado para você

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *