Compartilhe:

Diminua o peso da mochila escolar e evite problemas de saúde no seu filho.

Carregar muito peso pode prejudicar a coluna das crianças e causar deformidades. O dito popular é muito conhecido, mas está errado, segundo os médicos. O uso de mochilas pesadas, por si só, não desenvolve desvios de coluna, como a maioria das pessoas imagina. O que a carga pode acarretar são dores, desconfortos e queixas pelo […]

Publicado por: Cida Ramos

mochila02

Carregar muito peso pode prejudicar a coluna das crianças e causar deformidades. O dito popular é muito conhecido, mas está errado, segundo os médicos. O uso de mochilas pesadas, por si só, não desenvolve desvios de coluna, como a maioria das pessoas imagina. O que a carga pode acarretar são dores, desconfortos e queixas pelo esforço físico exagerado. De acordo com os médicos, a escoliose é um mal que ocorre por predisposição genética ou associadas a outras enfermidades. Ou seja, se a criança já tiver essa tendência, as deformidades vão acontecer com ou sem o uso inadequado das mochilas. No entanto, os especialistas atentam para o fato de que isso não deve fazer com que os pais relaxem na preocupação com o peso do material escolar, já que pode sim trazer problemas de postura, mas que não são progressivos e podem ser corrigidos com reeducação postural. O ideal é que o peso da mochila tenha, no máximo, 10% do peso da criança (e isso também serve para os adultos). Se a criança pesa 35 quilos, a mochila deve pesar no máximo 3,5 quilos. A maioria dos estudantes chega a carregar de 15% a 20% do próprio peso nas mochilas. O adequado, segundo o ortopedista Luiz Cláudio Schettino, seria usar mochilas de rodinhas, retirar materiais desnecessários e alocar o peso nos dois ombros para equilibrar a força. Luiz Cláudio Schettino Ortopedista

Recomendado para você

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *