Foto via: dralizadehsanidrugstore.com

Muitas mulheres não gostam de cabelos crespos, com cachos e muito menos com volume. E mesmo algumas que tem cabelo liso, que revelam uma leve ondulação ou volume também optam por fazer um procedimento para domar os fios. A progressiva é um procedimento moderno que meio que substituiu o antigo alisamento, e que se tornou a salvação para quem deseja fios lisos e disciplinados.

Segundo especialistas, a progressiva que é uma nova técnica para alisar os cabelos, que causa menos danos do que os antigos alisamentos. E além de diminuir o volume dos fios ela como o nome já diz, gradualmente vai alisando os fios, então por esse motivo é considerada menos danosa que o antigo método.

Alguns produtos, contam com a queratina, que faz com que o processo se torne menos agressivo aos fios deixando-os bonitos e macios depois do procedimento. O processo não é definitivo como muitas pensam, afinal o cabelo cresce! Então a raiz precisa ser refeita pelo menos a cada três meses.

Cuidados antes do procedimento


Foto via: belezaesaude.com

Cronograma capilar

O ideal é que você faça um cronograma capilar antes de fazer a progressiva, o cabelo tem que estar saudável para receber a química e se ele estiver com todos os nutrientes necessários, a fibra vai ficar forte e sua progressiva não vai causar tantos danos aos seus cabelos e o resultado depois da progressiva vai ser um cabelo ainda mais bonito.

Escolha o produto da progressiva

Antes de fazer a progressiva em casa, compre o produto que escolher e faça o teste de alergia. Aplique um pouco do produto em seu braço, deixe por alguns minutos e veja como a sua pele reage. Depois lave com bastante água.

Depois desse teste inicial, faça o teste de mecha. Quando o procedimento é feito por um profissional, o seu cabelo é avaliado, para ver se ele se encontra saudável para aguentar o procedimento. Mas mesmo assim, é correto que o profissional, faça o teste de mecha, para se certificar que o seu cabelo aguenta.

Então para quem vai fazer o processo em casa, o teste de mecha é obrigatório, porque além de tudo você não sabe avaliar o cabelo. E o teste vai dar o veredito final para saber se o seu cabelo está saudável ou não.

Como fazer o teste de mecha?

Separe uma mecha do seu cabelo e passe o produto, e a chapinha depois do produto seco. Se o cabelo se partir, não prossiga. Para que não cause ainda mais danos ao seu cabelo.

Não misture as químicas

Vale lembrar que as químicas não podem ser misturadas. Por isso limpe seu cabelo de produtos químicos. Deixando um tempo considerável entre uma química e outra, pelo menos 6 meses, você vai proteger o seu cabelo de danos irreparáveis, como o corte químico por exemplo. Abaixo, mais no final da matéria eu falo mais sobre isso…

Se você já está usando um produto de alguma escova progressiva, mantenha o produto atual ou espere ao menos seis meses para usar um item novo nos cabelos. Quanto mais tempo de hiato entre uma química e outra melhor para os seus cabelos.

Mesmo assim, tendo esperado todo esse tempo, quando for mudar de produto, e fazer nova progressiva, use shampoo anti-resíduo antes do procedimento.

Como fazer escova progressiva em casa

Foto via: Instagram

Material Necessário

  • Formula da Escova Progressiva. Escolha o produto de progressiva de sua preferência
  • Secador de Cabelos
  • Escova e Pente Fino
  • Chapa de Cerâmica que chegue acima dos 230º graus
  • Shampoo Anti-Resíduos
  • Óculos de proteção. (Opcional)
  • Luvas de Vinil ou Silicone
  • Mascara

Passo a passo da aplicação da progressiva

Passo 1: Lavar os Cabelos

Foto via: portaltudoaqui

1º Passo – Aplique o Shampoo de Limpeza Profunda e massageie os fios suavemente, enxágue os cabelos e repita a operação;

É muito importante essa primeira etapa para garantir que os fios fiquem bem limpos de antigos resíduos, fiquem com as cutículas abertas, para que o produto da progressiva possa penetrar nos fios de maneira adequada. Por isso é necessário lavar pelo menos duas vezes. Se você sentir o cabelo bem secos, como se fossem fios sintéticos depois da segunda lavada, então as cutículas estão abertas e ele está no ponto certo para receber o produto.

2º Passo – Remova o excesso de água dos cabelos com uma toalha;

3º Passo – Seque os cabelos quase por completo com o secador;

Dividindo o cabelo

Foto: delasig.com.br

4º Passo – Divida os cabelos secos e desembaraçados em quatro partes, de orelha a orelha, do meio da testa até a nuca e prenda com presilhas;

Passando o produto

Foto via: vix.com

5º Passo – Em um recipiente coloque o Redutor de Volume Efeito Progressivo (a progressiva da sua marca escolhida). – a quantidade necessária para a aplicação em todo o cabelo, mas se precisar reponha o produto lembrando de agitar antes de colocar na vasilha. Separe uma pequena mecha na região da nuca e inicie o processo de aplicação. Com o auxílio de um pincel aplique o produto no sentido da raiz até as pontas e, depois, repita o processo em todo o cabelo;

6º Passo – Com o produto aplicado no cabelo, seque completamente os fios com o secador;

Passando a chapinha

Foto via: food.ndtv.com

7º Passo – Finalizada a aplicação do produto, faça a divisão do cabelo e comece o processo de chapinha, pegando mechas na região da nuca. Passe a chapinha, no mínimo, cinco vezes em cada mecha. A temperatura ideal para essa operação é de 230° C;

8º Passo – Após esse processo, aguarde dez minutos para enxaguar os cabelos com água morna, enxague bem para retirar todo produto;

9º Passo – Depois de enxaguar bem, lave normalmente, faça uma hidratação,  e seque com o secador direcionado para baixo, deslizando os dedos de cima para baixo. Não é necessária a utilização de escova.

Dicas sobre os princípios ativos – Sobre o Tioglicolato de amônia e a Guanidina

Ambos costumam ser usados nos salões em por quem faz o procedimento em casa. Eles alteram a estrutura dos fios, e alisam. No entanto existem indicações para cada um deles.

O tioglicolato serve para que tipo de cabelo?

O  uso do tioglicolato de amônia é indicado para mulheres com cabelos ondulados e cacheados, com ondulação leve de 1 a 4. E também pode ser usado em cabelo lisos com leve ondulação.

Mas há restrições desse ativo, e especialistas afirmam que não deve ser aplicado uma uma quantidade maior que 50% dele, nem em cabelos com mechas claras ou loiro claro (cor 8.0), ou em cabelos com presença de hidróxidos (guanidina), ou em cabelos com colorações, cabelos com hena, henê, descolorantes ou qualquer outra coloração com oxigenada acima de 20 volumes, ou seja cabelos descoloridos.

Apesar de ser considerado menos agressor, o pH desse ativo químico é alcalino, ou seja, menor que 9,5. Portanto ele provoca ressecamento, enfraquecimento dos fios e também desbotamento dos fios, sejam eles naturais ou tingidos.

Veja também:

Escova progressiva caseira

Como cuidar dos cabelos alisados corretamente

Selagem térmica para os cabelos –  O que é e como fazer em casa

A Guanidina é indicada para que tipo de cabelo?

E para quem tem cabelo com ondulação entre 4 e 8, cabelos mais cacheados ou mais crespos, precisa usar uma química mais forte, ou seja, a base de guanidina.

Mas da mesma forma que o tioglicólicos não são compatíveis com a guanidina, e vice versa, (se você usou recentemente um dos dois, tem que continuar com o mesmo ou esperar 6 meses de intervalo).

E a Guanidina também não é compatível com cabelos descoloridos, hena, henê, etc. Em resumo ambos são incompatíveis com outras químicas e descolorações.

Cuidado com o corte químico!

Foto via: beautywithinclinic.com

  • Nunca misture químicas incompatíveis, como o Tioglicolato e o Hidróxido Sódio;
  • Não misture Tioglicolato com Guanidina;
  • Não misture Tioglicolato com descoloração dos fios (mechas, platinar, descoloração global). Poque o Tioglicolato é incompatível com oxigenada acima de 30 volumes, ou mesmo uma de menor volume que fique por muito no cabelo na hora da aplicação na tentativa de descolorir. O mesmo acontece quando você vai pintar o cabelo e usa a oxigenada. Caso vá fazer algum procedimento usando oxigenada, que seja com um profissional e nunca após o procedimento da progressiva.

Veja também >> Umectação capilar caseira: Receitas e como fazer

Cuidados pós progressivas

Foto via: Portaltudoaqui

Invista na reconstrução, na hidratação e na nutrição dos seus cabelos, ou seja um cronograma capilar. Seja qual for o princípio ativo da sua progressiva, ambas vão ressecar e causar danos aos fios, principalmente se você não cuidar com os tratamentos pós progressiva.

E procure escolher produtos recomendados para o tratamento pós progressiva, porque os fios quimicamente tratados precisam de produtos especiais.

Veja também

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.