Compartilhe:

Estimule o seu emagrecimento: Saiba o que fazer para não desistir

Leia a matéria e saiba como você pode usar a inteligência comportamental a seu favor, para não desistir do seu objetivo! Em 1985, Howard Gardner relatou que todos os indivíduos normais são capazes de uma atuação em pelo menos sete diferentes e, até certo ponto, independentes áreas intelectuais. Daí surgiram as inteligências múltiplas: lingüística, musical, lógico-matemática, espacial, […]

Publicado por: Cida Ramos

dieta

Leia a matéria e saiba como você pode usar a inteligência comportamental a seu favor, para não desistir do seu objetivo!

Em 1985, Howard Gardner relatou que todos os indivíduos normais são capazes de uma atuação em pelo menos sete diferentes e, até certo ponto, independentes áreas intelectuais. Daí surgiram as inteligências múltiplas: lingüística, musical, lógico-matemática, espacial, interpessoal, intrapessoal, corporal e pictórica.
 

 Depois disso apareceram outros autores sugerindo outros tipos de inteligências como espiritual, hormonal etc. Recentemente o neurocientista Jô Furlan apresentou 15 dicas para você usar a sua Inteligência Comportamental para estimular emagrecimento e não desistir do objetivo.

Aprenda a usar essa ferramenta para garantir o bem-estar do corpo e da mente.

1. Defina um objetivo a ser atingido (quanto você deseja pesar).
2. Estabeleça uma meta (em quanto tempo).
3. Você acredita que é capaz de atingir esse resultado? Você não será capaz de realizar aquilo que não acredita.
4. Você sabe quais serão as vantagens em atingir seus objetivos. Cuidado com as expectativas. Lembre-se: você está emagrecendo para ser mais saudável, não para receber elogios.
5. Consegue se imaginar com o peso desejado? Exercite a visualização. Nosso cérebro não consegue realizar aquilo que não consegue conceber.
6. Crie a visão de um futuro irresistível estando magro. Quais as coisas que você poderá fazer com mais satisfação e alegria?
7. Verifique o que falhou nas suas outras dietas. O que fez com que você desistisse, e porque agora será diferente.
8. Ao invés de arranjar um culpado, encontre um caminho, faça parte da solução.
9. Lembre-se: O que causa a obesidade não é apenas o que você come e, sim, porque você come.
10. Quando estiver na frente do próximo prato de comida, seja doce ou salgado, Pergunte-se: estou comendo comida ou emoção?
11. Verifique se está comendo porque sente fome, com culpa ou por carência afetiva.
12. Na sua próxima refeição, pergunte-se quem está no comando, você ou a comida.
13. Coma para viver, evite viver para comer. Comer é uma grande fonte de satisfação e prazer. Quando essa relação de prazer se torna um mecanismo para compensar nossas carências e frustrações criamos uma relação perigosa com a comida.
14. Mais do que emagrecer o maior desafio é manter-se magro. Treine sua mente para aceitar essa imagem.
15. Tome a decisão de assumir o controle da sua vida, e ouse fazer da sua vida uma vida extraordinária.

Fonte:liamaral26.wordpress.com

Recomendado para você

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *