Compartilhe:

Guarda roupa do homem:O que não pode faltar

Para montar um guarda roupa masculino, certas peças não podem deixar de entrar nesta seleção, saiba quais são elas.

Publicado por: Cida Ramos

fotos-de-traje-esporte-fino-masculino-111376

O guarda-roupa básico do homem

Não quer passar aperto na hora de escolher o visual do dia a dia? Saiba o que não pode faltar no seu armário

Um guarda-roupa bem organizado e com peças-chave faz toda a diferença na hora de escolher o que vestir. Assim como as mulheres, os homens precisam ter coringas no armário. Itens básicos, como camisetas, camisas e calças, facilitam o dia a dia. Não podem faltar também opções para ocasiões especiais, como um casamento. É bem verdade que, com elas, a neura na hora de se vestir é maior. Mas hoje os homens também têm essa preocupação. Para que isso não se torne um problema, a consultora de moda Bia Vianna, de À Moda da Casa, diz o que não pode faltar no armário:

Calças jeans: São o uniforme para o dia a dia. Por isso, ter mais de uma é importante. Das mais escuras, para ocasiões menos informais; passando pelas mais ajustadas ao corpo até as mais claras.

Calça de alfaiataria: De sarja, linho ou a calça do terno. Combinada com uma camisa despojada, que não tenha cara de escritório, ou até mesmo com uma camiseta, é ideal para quando a ocasião não é tão casual para um simples jeans nem tão formal para o social.

Bermudas: No Brasil, onde o calor se estende para além dos meses de verão, é quase masoquismo não poder contar com algumas na gaveta. As de tactel, coloridonas ou floridas vão à praia, à piscina e àquela volta pelo bairro com o cachorro. Para um visual mais alinhado e com menos cara de “domingo em casa”, bermudas de sarja ou linho, com a barra um pouco acima do joelho. Mas não há nada melhor que o clássico bermudão xadrez, abaixo do joelho, para usar com chinelo e ir à padaria, né?

Terno: Por mais que não trabalhe engravatado, uma hora ou outra vai surgir um convite de casamento. Esteja preparado! Se é pra ter um só, opte por cores escuras e sem texturas.

Camisas: Mesmo que a rotina lhe permita viver de jeans e camiseta, tenha sempre camisas de botão – com mangas longas e curtas – no guarda-roupa. Brancas, pretas e as de cores claras são essenciais. Se houver espaço, tenha também aquelas de cores mais fortes e comece a variar os modelos. Hoje, além das “camisas de trabalho”, ter uma mais acinturada, ajustada ao corpo, é essencial para a balada.

Camisetas: Mostre nelas quem é você. Seja por estampas urbanas ou praianas, seja com referências cinematográficas, com piadas geeks. Os modelos vão desde a clássica t-shirt até os com a gola folgada e larga.

Tênis: Os tênis com molas no solado e propriedades quase aerodinâmicas são para a academia, o parque e o clube. Eles não vão ao trabalho, ao shopping, ao almoço de sábado, ao café de domingo nem à festinha do amigo. Para essas ocasiões, vale usar os de solado baixo, com design menos esportivo.

Sapato: Lembra do terno de que vai usar um dia? Ele precisa de um sapato preto, pelo menos. E se você já vai estar de terno – o que passa seriedade o suficiente -, aposte em um sapato menos clássico, sem amarração de cadarço e com o mínimo salto. Bicos quadrados e achatados deixam o visual elegante e menos formal. O calçado pode ser combinado com um jeans bacana e camisa com mangas dobradas.

Cintos: Stylists e consultores de estilo apostam que o cinto não é mais obrigatório. Mas como prevenir-se nunca é demais, vale ter no armário um cinto preto, liso, com fivela metálica não-dourada e outro mais esportivo, de sarja, com fivela metálica.

Gravata: Se você não trabalha em ambientes corporativos nem em escritórios de advocacia, a gravata vai ter duas funções: estar ali em caso de convites para eventos que exijam traje passeio completo ou ser um diferencial no visual. Para a primeira, um modelo tradicional, de tecido discreto em tom sóbrio (como cinza, grafite ou preto) dá conta do recado. Para a segunda função, os modelos mais estreitos são a pedida. Nesses casos, vale ser mais ousado na escolha das cores e texturas.

Paletó esportivo: De sarja, jeans ou moletom, ele está com tudo. Tênis, jeans e camiseta com paletó vão do lançamento de um livro a uma premiação cultural. Vão também do jantar no meio de semana na casa de amigos à peça de teatro no sábado à noite.

Casacos e jaquetas: Com um moletom – de preferência os com zíper – e uma jaqueta mais estruturada você estará preparado para qualquer inverno. Os moletons vão bem com jeans, bermudas e camisetas. A jaqueta, para o frio mais intenso, pode ser de tecido mais rígido. Fugir do clichê do couro pode ser uma boa.

Fonte:Conteúdo do site:moda.ig.com.br

Recomendado para você

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *