Compartilhe:

Milão aposta num homem menos formal

Se você não consegue lembrar muito da semana de moda masculina de Milão, não se preocupe: sua memória está muito boa. O masculino do verão 2011 apresentado na cidade italiana entre os dias 19 e 22 de junho passou sem grandes emoções. O extremo foco na qualidade e manufatura das peças tirou quase que por […]

Publicado por: Cida Ramos

moda-masculina-verao2011-1

Se você não consegue lembrar muito da semana de moda masculina de Milão, não se preocupe: sua memória está muito boa. O masculino do verão 2011 apresentado na cidade italiana entre os dias 19 e 22 de junho passou sem grandes emoções.
O extremo foco na qualidade e manufatura das peças tirou quase que por completo o poder das imagens de moda. Roupas para vida real, confortáveis, num grande mix do formal com o causal. Reviver a essência ou herança das marcas é outra preocupação que continua prendendo estilistas numa zona de segurança.Domenico Dolce e Stefano Gabbana, comemorando os 20 anos de sua linha masculina, colocaram na passarela uma linda coleção que trouxe de volta o melhor da alfaiataria siciliana.
Dolce & Gabbana verão 2011 ©firstVIEW

Calças e bermudas largas com cordas amarradas na cintura, blazeres de linho com abotoamento duplo ou simples, camisas extrafinas (às vezes até transparentes) e uma constante imagem de despojamento, não carecem de apelo comercial. Porém, não agregam nada de novo.

O mesmo acontece na Gucci, onde Frida Giannini fez a acertada escolha de falar menos de sua paixão rocker e mais de alguns códigos elementares da grife. Assim, olha para um homem dos finais dos anos 1960, aposta numa sensualidade nonchalance, onde camisas abertas ou blusas de seda com golas amplas revelam parte do torso, muitas vezes decorados com lenços coloridos, numa coleção extremamente sofisticada, ainda que nada revolucionária na passarela.

A moda masculina para o verão 2011, segue alguns dos passos da moda feminina como: o estilo militar, boho, étnico e denim. Afinal estamos lidando com um homem moderno e super antenado.

O mix de estilos é a categoria base da coleção e embora a alfaiataria, que traz tons leves e monocromáticos, esteja bem cotada para a próxima estação, o estilo casual combina muito mais com o nosso clima e com o novo brazilian man.

As padronagens de listrados e xadrezes invadem o guarda-roupa deles e a estamparia manchada (tachismo), tie-dye e grafismos ópticos embelezam camisas e t-shirts de algodão. As bermudas com ganchos caídos (saruel) e calças com barras dobradas deixam os looks despojados.

 

Fonte:Conteúdo do site:ffw.com.br//www.trendencias.com.br/

Recomendado para você

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *