Compartilhe:

Mineira: Debora Lyra foi eleita a Miss Brasil 2010.

“Fui para Minas Gerais só para competir”, confessa a capixaba Debora Lyra, vencedora do Miss Brasil 2010 Debora Lyra foi eleita a Miss Brasil 2010. Apesar de ter representado o estado de Minas Gerais no concurso, a modelo nasceu em Vitória, no Espírito Santo. “Fui para Minas só para poder competir”, confessou a grande vencedora […]

Publicado por: Cida Ramos

7601190

“Fui para Minas Gerais só para competir”, confessa a capixaba Debora Lyra, vencedora do Miss Brasil 2010 Debora Lyra foi eleita a Miss Brasil 2010. Apesar de ter representado o estado de Minas Gerais no concurso, a modelo nasceu em Vitória, no Espírito Santo. “Fui para Minas só para poder competir”, confessou a grande vencedora do concurso que aconteceu neste sábado (08), no Memorial da América latina, em São Paulo. Debora mora há dois anos na cidade de Divinópolis e assim como a Miss Brasil 2007, a mineira Natália Guimarães, já faturou o titulo de Top Model of the World, em 2008. “A Natália é um amor. Nos identificamos desde a primeira vez que nos vimos. Ela disse para eu ser eu mesma, e foi isso que eu fiz”, afirmou ela, que por várias vezes, fez o sinal da cruz durante a seleção. A identificação entre a dupla foi além da afinidade e da vitória em outros concursos, já que Natália e Debora se parecem muito fisicamente. E uma coloração mais escura nos fios deu uma forcinha à semelhança. “Eu que pedi para ela escurecer um pouco o cabelo, assim dava um contraste maior no palco”, contou Natália. Aliás, cabelos escuros foi o que mais se viu entre as concorrentes. Segundo Marco Antônio de Biaggi, esse é o “efeito Natália Guimarães” “Conheci metade delas e muitas têm o cabelo preto colorido. Foi uma fórmula que deu certo”, comentou o hair stylist, um dos jurados do evento. Na temida bancada, também estavam nomes como Robert Rey (o Dr. Hollywood), a Miss Universo 2009, Stefânia Fernandez, Alexandre Iódice, representado a amada, Adriane Galisteu, que teve uma indisposição, e Edmundo, novo comentarista da Band. O jogador, aliás, falou sobre a troca do “homem a homem” em campo pela escolha da mulher mais bonita do Brasil. “É uma novidade para mim. Mas beleza a gente vê todos os dias, em qualquer lugar do Brasil. E mulher bonita não tem essa de ser loira, morena, mulata. Vai do gosto de cada um”, afirmou o ‘animal’. Edmundo afirmou ainda ter ido sem saber quem eram as concorrentes. “Será surpresa. Preferi vir sem nenhum pré-julgamento”, explicou. Com o sonho de ser a vencedora do maior título de beleza do país desde os 12 anos, Debora se dedicou muito para o grande dia. “Eu acordo às 5h, vou para a academia, depois para a estética, sigo para a aula de inglês ou espanhol ou alemão, depois vou para a faculdade. Isso quando não vou ver meus pais em Belo Horizonte. Vou dirigindo”, contou ela, que tem 1,80m e 60 kg. Para chegar completamente preparada para a competição, a modelo passou os últimos três meses nos Estados Unidos. Tanta dedicação, lhe rendeu muitos elogios de sua antecessora, Larissa Costa. “Foi uma vitória merecida. Ela é bem preparada e, com certeza, vai representar o país no Miss Universo muito bem”, disse a Miss Brasil 2009. Em seu último desfile como símbolo máximo de beleza, Larissa tropeçou no palco, mas não perdeu a majestade. Segundo Otávio Mesquita, apresentador da atração ao lado de Nayla Micherif, foi a “emoção de desfilar pela última vez com a coroa de Miss Brasil”. Fonte:IG

Recomendado para você

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *