Compartilhe:

Minicasamentos são a tendência da vez :O Mini-Wedding veja como fazer!

Uma cerimônia discreta, mais intimista sem deixar de lado o glamour e beleza dos grandes casamentos. Essa é a proposta dos minicasamentos ou mini-wwdding.

Publicado por: Cida Ramos

constance zahn mini_casamento_arroz

Poucos convidados e  clima intimista: a nova tendência no mundo dos casamentos é o minicasamento. A expressão, que vem de mini weddings, é uma referência a celebrações com até 100 convidados. O orçamento é mais enxuto mas, antes de tudo, é preciso saber se o mini é para você.

“É uma questão de perfil”, explica a cerimonialista Fernanda Vianna “Quando as famílias do noivo e da noiva são grandes, tentar fazer um minicasamento acaba em confusão”, diz.

“O grande charme dos minis é poder ter por perto convidados que são amigos, que estão felizes por você estar realizando um sonho, e não só estão lá por ser só mais um evento social.”, diz Tienny Tamis, do blog Cabeça de Noiva, que vai se casar em junho de 2011. “E poder caprichar nos detalhes!”

Saiba como é o minicasamento

Convidados: no máximo 100, incluindo acompanhantes. “Ou seja, realmente, apenas os amigos íntimos do casal e os familiares”, explica a cerimonialista. “Aqui no Brasil, como somos muito festeiros, é difícil convidar pouca gente.” Ela conta que, muitas vezes, o próprio casal desiste do formato menor quando começa a fazer a lista de convidados.

Onde fazer?

A festa de casamento pequena pode ser na casa dos pais do noivo ou da noiva, no salão de festas do prédio, em um restaurante bonito, ou mesmo em algum espaço que tenha um jardim bem arborizado, para um almoço ou jantar de casamento.

Outro lugar: o salão deve ser pequeno. “Senão, fica aquele clima de vazio”, lembra Fernanda. Muitos minis acontecem em lugares bucólicos: um sítio, uma capelinha, uma casa da família. Mas isso é uma questão de estilo. E os noivos podem optar por outra atmosfera. “Existem salões pequenos, por exemplo, no Copacabana Palace”.

O que servir em um mini-wedding?

A comida e a bebida vão depender do orçamento dos noivos, das preferências gastronômicas e do horário da festa. Mas lembre-se um mini wedding pede detalhes caprichados!

Por ser pequena a comemoração permite que você se atente os detalhes sem gastar muito. O bolo e o bem casado devem estar de acordo com as cores da decoração da festa. E uma bonita mesa de doces pode ser o diferencial do casamento. As bebidas devem ser de qualidade, dê preferência a um bom vinho ou espumante.

Bufê: capricho nos detalhes

Bufê: como o número de convidados é reduzido, é possível caprichar. “No minicasamento, tudo tem que ser muito bem cuidado. Pequeno não é sinônimo de descuido”, lembra Fernanda. Neste tipo de festa é possível fazer um almoço, por exemplo. Ou aumentar o orçamento do bufê. “É hora de investir nos detalhes”, diz a cerimonialista.

O vestido de noiva perfeito para um Mini-Wedding

Um mini wedding é ideal para vestidos de noiva mais delicados, com saias de corte reto, pouco brilho e com tecidos leves.  Os modelos curtos ou de renda também se adaptam a pequenas comemorações.

O Convite de casamento ideal

Por ser uma festa pequena, o mini wedding pede um convite personalizado. O estilo depende dos noivos e da festa. Caligrafia manual e caricaturas dão um toque especial ao convite.

Músicas

Se for para dançar nada como um DJ para animar a sua festa. Caso prefiram economizar nesse fornecedor os noivos podem optar por música ambiente, como as clássicas ou bossa nova, ao vivo ou não. Gravar um cd com uma coletânea para a festa, além de prático pode ser uma lembrança linda!

Foto e Filmagem

O vídeo e o álbum de casamento são serviços em que a qualidade é essencial independente do tamanho da festa. A economia está em contratar um número menor de profissionais, por se tratar de um evento pequeno, mas o melhor é procurar bem e se assegurar do bom trabalho desses profissionais.

O registro: o clima intimista da festa faz com que os registros fiquem mais personalizados. “A atmosfera é diferente, pois os convidados são todos conhecidos. E isso se reflete no álbum, na festa…” diz a fotógrafa Marina Lomar.

O que não muda: alguns custos permanecem o mesmo, como com fotografia, filmagem. Outros, são reduzidos (equipe de cerimonial menor, bebida para menos pessoas).

A decoração ideal

Para a arquiteta e decoradora Janete Pimenta, da empresa Pepper Wedding, não existe uma regra para esse tipo de celebração. “É um jeito de receber mais despojado, é uma recepção íntima, mais familiar e com seus amigos mais chegados, a decoração irá refletir isso, seu jeito de recepcionar e os detalhes do estilo do casal”.

Janete recomenda arranjos baixos para a mesa dos convidados, e os médios ou altos para a mesa de doces. A quantidade de flores varia de acordo com a decoração escolhida pelos noivos.
Acostumada a organizar mini weddings a arquiteta deixa um recado aos casais. “Exageros, não combinam de forma alguma, aliás, hoje em dia qualquer exagero é OUT, seja em que tipo de recepção for”.

Fonte: http://gnt.globo.com/ http://oficinadamoda.com.br

Você poderá gostar de:
O Mini-Wedding da Natalie L´Amour
O Mini-Wedding da Norma e do Teodoro
Organizando um casamento gastando pouco
Casamento: Recepção – Jantar Completo
Coctel de casamento – Como organizar
Casamento com recepção simples para casamento: Bolo com Champanhe
Festa casamento – Saiba Como organizar um Brunch

Recomendado para você

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *