Compartilhe:

Minicasamentos:A tendência da vez

Minimalista sim, mais ainda com muito glamour! Veja a tendência dos minicasamentos.

Publicado por: Cida Ramos

casamento-festa

Poucos convidados e  clima intimista: a nova tendência no mundo dos casamentos é o minicasamento. A expressão, que vem de mini weddings, é uma referência a celebrações com até 100 convidados. O orçamento é mais enxuto mas, antes de tudo, é preciso saber se o mini é para você.

“É uma questão de perfil”, explica a cerimonialista Fernanda Vianna “Quando as famílias do noivo e da noiva são grandes, tentar fazer um minicasamento acaba em confusão”, diz.

“O grande charme dos minis é poder ter por perto convidados que são amigos, que estão felizes por você estar realizando um sonho, e não só estão lá por ser só mais um evento social.”, diz Tienny Tamis, do blog Cabeça de Noiva, que vai se casar em junho de 2011. “E poder caprichar nos detalhes!”

Saiba como é o minicasamento

Convidados: no máximo 100, incluindo acompanhantes. “Ou seja, realmente, apenas os amigos íntimos do casal e os familiares”, explica a cerimonialista. “Aqui no Brasil, como somos muito festeiros, é difícil convidar pouca gente.” Ela conta que, muitas vezes, o próprio casal desiste do formato menor quando começa a fazer a lista de convidados.

Os detalhes são responsáveis pela impressão da personalidade dos noivos na cerimônia. Como o número de convidados é reduzido você pode caprichar nos convites e nas lembranças, tornando-os o mais íntimos que puderem ser.

O lugar: o salão deve ser pequeno. “Senão, fica aquele clima de vazio”, lembra Fernanda. Muitos minis acontecem em lugares bucólicos: um sítio, uma capelinha, uma casa da família. Mas isso é uma questão de estilo. E os noivos podem optar por outra atmosfera. “Existem salões pequenos, por exemplo, no Copacabana Palace”.

Decorando um minicasamento

A decoração depende muito do local escolhido para o casamento, mas as flores sempre dão um toque de festividade ao ambiente.

Para as mesas, prefira arranjos florais mais baixos, que além de serem delicados, abrem espaço para conversa entre os convidados.

Bufê: como o número de convidados é reduzido, é possível caprichar. “No minicasamento, tudo tem que ser muito bem cuidado. Pequeno não é sinônimo de descuido”, lembra Fernanda. Neste tipo de festa é possível fazer um almoço, por exemplo. Ou aumentar o orçamento do bufê. “É hora de investir nos detalhes”, diz a cerimonialista.

O mini casamento é seu, crie sua própria trilha sonora

Escolher a trilha sonora é um ótimo meio de deixar a festa “a cara” dos noivos. O casal pode montar sua “playlist” – uma lista com suas músicas preferidas – e deixar que o operador de som apenas garanta que a música não pare.

Outra opção é contratar uma banda diminuta, com poucos integrantes que, ao contrário das bandas que animam as grandes festas com performances e sucessos em geral similares, deixe o ambiente mais propício às conversas e interações entre os convidados.

Guarde as boas memórias de seu minicasamento!

Fotografia e filmagem são outros itens com os quais você deve garantir. Pesquise profissionais competentes para realizar a cobertura do seu evento, afinal todas as pessoas queridas vão estar presentes. O registro: o clima intimista da festa faz com que os registros fiquem mais personalizados. “A atmosfera é diferente, pois os convidados são todos conhecidos. E isso se reflete no álbum, na festa…” diz a fotógrafa Marina Lomar.

Os profissionais gabaritados podem ser instruídos a tirarem fotos mais descontraídas e criativas e depois, poderão fazer divertidas montagens para o álbum, mas exija qualidade.

No seu minicasamento, não confunda minimalismo com descuido!

A dica é não confundir minimalismo com descuido. É preciso ter em mente que a cerimônia de um minicasamento, embora tenha uma proposta informal ainda é um casamento e, portanto, um dia que irá entrar para história do casal. Mesclar os tradicionais rituais dos casamentos – carregar o buquê, brindar com pais e padrinhos – às preferências pessoais é o que vai diferenciar o seu grande dia dos demais.

O que não muda: alguns custos permanecem o mesmo, como com fotografia, filmagem. Outros, são reduzidos (equipe de cerimonial menor, bebida para menos pessoas).

Informações retiradas do link: http://bbel.uol.com.br/festas-e-casamento

 Fonte: gnt.globo.com

 

Recomendado para você

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *