Compartilhe:

Picadinho de filé-mignon

Original da boemia carioca, o prato tem espaço em botecos e restaurantes, em versões muitas vezes inusitadas. Picadinho é prato boêmio. Foi criado nos anos 1950, no Rio de Janeiro, para matar a fome de quem havia esticado a noite e há muitas horas, desde o jantar, amargava um vazio no estômago. A exemplo da […]

Publicado por: Cida Ramos

96syjr86r4oy708eqhegb1c15

Original da boemia carioca, o prato tem espaço em botecos e restaurantes, em versões muitas vezes inusitadas.

Picadinho é prato boêmio. Foi criado nos anos 1950, no Rio de Janeiro, para matar a fome de quem havia esticado a noite e há muitas horas, desde o jantar, amargava um vazio no estômago. A exemplo da canja, tornou-se sinônimo de prato reconfortante, daqueles que é só comer e correr para a cama. Ganhou tanto apreço que cunhou espaço no menu trivial de cariocas e paulistas, com algumas diferenças de receita, além de ser lembrado até hoje por chefs que fazem versões alternativas e caprichadas desse clássico PF.

Ingredientes:

 

1kg de filé-mignon para picadinho

1/2 cenoura

Alguns ramos de tomilho

1 colher de chá de gengibre

2 colheres de chá de salsão

1 dente de alho

2 colheres de sopa de óleo

10g de cebola picada

1 pitada de sal

200ml de molho rôti pronto (molho de carne)

1 chope preto ou uma lata de cerveja escura

Modo de Preparo:

 

Aqueça uma frigideira com óleo e adicione a cebola, o alho e a metade salsão. Refogue até dourar e reserve. Bata em um liquidificador o gengibre, a cenoura e o restante do salsão e reserve. Em uma panela, aqueça o chope preto (ou a cerveja) até reduzir. Coloque o picadinho para cozinhar por aproximadamente 15 minutos, retire 80% do caldo e adicione o puxado de cebola, alho e salsão, adicione o batido de cenoura, gengibre e salsão e tempere com sal. Após 10 minutos, adicione o restante do caldo e o molho rôti, acerte o sal e por último coloque o tomilho. Deixe cozinhar por aproximadamente 20 minutos.

 

Receita do Bar Pirajá, em São Paulo.
Fonte:IG

Recomendado para você

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *