Compartilhe:

Receita de Bife Wellington

Aprenda a fazer essa receita deliciosa de bife Wellington. Receita clássica inglesa que foi mostrada essa semana no programa Master Chef.

Publicado por: Cida Ramos

bife wellington

O programa de culinária MasterChef tem revelado muitas receitas clássicas nesta segunda temporada, e com o perdão do trocadilho, é um “prato cheio” para quem gosta de cozinhar e aprender receitas tradicionais. E no último episódio, entre outras receitas que devemos postar aqui em seguida, foi a vez do bife Wellington, mais clássico da gastronomia inglesa e muito popular pelo mundo e que vamos mostrar hoje.

Um pouco da história

O Bife Wellington é uma receita típica inglesa, que é feito com o filé mignon assado envolto com presunto e  *Duxelles (já vamos explicar o que é!) e massa folhada. A suposta origem do bife feito dessa maneira foi em homenagem ao duque de Wellington (o famoso duque de ferro!), que derrotou Napoleão Bonaparte na batalha de Waterloo, lá em meados de 1815.

Segundo consta, nem todos estão convencidos de que o herói tenha provado do bife. Alguns dizem que a receita foi batizada não exatamente em sua homenagem e sim a uma alusão às suas botas, porque o bife quando pronto se torna um cilindro marrom claro, igual ao calçado de couro do vencedor de Napoleão.

A especialista em culinária Clarrissa Dicson Wright, popular na Inglaterra pela série de TV Two Fat Ladies, igualmente acredita se tratar de uma homenagem indireta. E segundo ela, a receita foi criada para uma recepção cívica na cidade de Wellington, capital da Nova Zelândia, obviamente batizada com  nome do herói britânico. E também existe a hitótese que os ingleses a tenham batizado com esse nome por julgarem ser uma receita indigesta, visto que ele venceu Napoleão.

Consta que o famoso bife realmente derive do Filet de Boeuf en Croûte dos franceses. E que um cozinheiro inglês, imbuído de sentimento patriótico, teria trocado o nome na época das guerras napoleônicas.

E a Duxelles,  é uma preparação da culinária da França, feita com champignons de Paris, finamente cortados e cozinhados, utilizados para rechear vários pratos. Os cogumelos cortados são salteados em manteiga até ficarem quase secos; junta-se mais manteiga e chalota (uma espécie de cebola francesa) cortada, deixando cozinhar até a chalota(espécie de cebola) ficar macia; tempera-se com noz moscada, sal e pimenta. Pode ser refrigerado por até 2 dias ou congelado por até 2 meses.

Muitos Franceses “batem o pé” e dizem que é uma receita francesa, até mesmo porque leva um Duxelle na receita, e que fora inventada no século XVII pelo chef François Pierre de La Varenne, cozinheiro do marquês d’Uxelles, cujo título foi adaptado, como dedicatória; a ideia seria fazer uma conserva de cogumelos para ser utilizada mais tarde.

Enfim, o que importa é que a receita é uma delícia e que toda essa mistura de culturas só deixou o prato ainda melhor.

Receita de bife Wellington

Ingredientes

– Uma peça de filé mignon entre 500 a 800 gramas no máximo;

– 300 gramas de presunto  de Parma fatiado;

– 300 gramas de cogumelos Paris, fresco;

– 1 rolo de massa folhada grande;

– 1 gema;

– Mostarda Dijon;

– pimenta do reino;

– 1 cebola pequena picadinha;

–  1 dente de alho picado;

– Sal a gosto.

 Modo de preparo

– Comece temperando a carne com sal e pimenta do reino. Em frigideira grande, aqueça um pouco de azeite e manteiga e sele a carne por todos os lados.Depois pincele com mostarda Dijon e reserve.

É muito importante que a carne esteja bem selada e douradinha para que ela não solte muito liquido e molhe demais a massa enquanto estiver no forno. Para reservar, coloque gelo em uma bacia, com outra por cima do gelo e dentro coloque a carne, assim ela resfria sem soltar o soro, deixe assim reservada enquanto prepara o restante da receita. Ou se preferir deixe esfriar um pouco e leve à geladeira.

– Em um processador, bata os cogumelos até eles ficarem granulados, não bata demais, o correto é ficar granulado. Refogue na frigideira a cebola e o alho, acrescente os cogumelos batidos refogando até secar.

Uma dica: Usar junto aos cogumelos em torno de 50 gramas de nozes, para ajudar a conter o líquido do cogumelo e assim quando usado na carne ele vai vedar a passagem de água entre a carne e a massa folhada que não deve ficar empapada.

-Depois de refogar os cogumelos, espere esfriar para montar. Depois de frio, tudo frio, comece a montagem. Em uma mesa ou bancada separe um pedaço de filme plástico, faça uma cama com o presunto trançando os pedados entre eles. Cubra com o refogado de cogumelos espalhando bem. Por fim, coloque a carne no centro e vá enrolando com a ajuda do plástico até ficar bem apertadinho. Enrole bem as pontas e leve à geladeira por 15 minutos.

“Dica: Pincele uma camada bem fina de mostarda Dijon, por toda a superfície da carne antes de enrolar.”

– Retire a pele da gema, bata e reserve. Em seguida separe um pedaço grande de massa folheada na bancada, tire o filé do filme plástico (ele tem que estar frio!) e coloque no centro da massa. Pincele a gema nas laterais da massa e enrole na carne. Tire os excesso de massa das bordas se necessário. Pincele também a gema por cima e nas laterais da massa folhada depois do bife enrolado.

– Em um forno pré-aquecido a 200°, coloque o bife para assar por 30 minutos. Gire a forma quando estiver em 15 minutos para que o bife tenha um cozimento mais uniforme.

– Quando a massa estiver douradinha, retire do forno e deixe descarar entre 8 -10 minutos antes de servir para que ela não fique sangrenta. Depois disso corte delicie-se!

Esta receita pode ser servida com uma salada de folhas, como sugerido logo abaixo.

Receita de Caesar Salad

4 receitas de saladas mais pedidas

Essa receita possui várias versões e um bom exemplo dela é  a do famoso Chef Gordon Ramsey, que há um tempo atrás fez esta receita a sua maneira, uma versão de sucesso que ajudou a propagar e divulgar ainda mais o famoso bife, e vocês podem ver ele mesmo ensinando o passo a passo da receita no vídeo abaixo :

Vídeo com o passo a passo da receita pelo Chef Gordon Ramsey

Fonte: The F Word

Espero que tenham gostado da receita, deixe o seu comentário e obrigada pela visita 🙂

#

Recomendado para você

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *