• Curta nossa página
  • Siga-nos no Twitter
  • Encontre-nos no G+
  • Pinterest
  • Receba novidades no seu e-mail

Ulterapy, novo aparelho que promove lifting sem cortes

Por: Cida Ramos

A mais nova descoberta em estética é o Ulterapy, um novo aparelho que promove lifting sem cortes.

ultherapy-novo-aparelho-promove-lifting-sem-cortes-capa

Ulterapy, Novo aparelho que promove lifting sem cortes é sem dúvida uma grande novidade em termos de estética.

Novidade chamada Ulthera foi apresentada em congresso de demartologia

Você poderá gostar de:
Plástica sem bisturi
Ácido hialurônico ; Aumento de seios, lábios, panturrilha sem cirurgia
Combinação de lasers poderosos e peelings renovam a pele
Ultra-som facial para ter um rosto afinado e definido

Trata-se de um aparelho chamado Ulthera DeepSEE. É um tratamento não-cirúrgico que age através de ondas de ultra-som para elevação e tonificação da pele.  Serão necessários de um a dois tratamentos para fortalecer o colágeno da derme.O objetivo é conseguir um olhar mais aberto, um queixo mais definido, ou um pescoço mais elegante. A sessão do Ultherapy dura de 30 a 60minutos. Os resultados ocorrem gradualmente durante 2-3 meses. Ele chegará no Brasil a partir do ano que vem.

Para ter uma pele incrível – e adiar a plástica ao máximo -, é fundamental investir no combo cremes + tratamentos. E há novidades no segundo grupo: o aparelho Ulthera. Apresentado no Congresso Europeu de Dermatologia, em Lisboa, no fim de 2011, ele é considerado uma das grandes promessas para combater a flacidez no rosto.

Com tecnologia baseada em ultrassom focado, ele emite ondas que aquecem as camadas mais profundas da pele, o lugar exato para estimular a formação de colágeno, o responsável por retardar a flacidez e melhorar a elasticidade da pele. “O calor provoca microlesões, que formam uma cicatriz no tecido, promovendo o aumento da produção das fibras de sustentação e deixando a pele mais firme”, explica a dermatologista Luciana Lourenço, de São Paulo.

Para isso, são usadas duas ponteiras: uma com ação superficial, em que a luz penetra até 3 mm, e outra mais profunda, que chega a 4,5 mm. A combinação de altas temperaturas com profundidade comprova a vantagem do Ulthera em relação a outros tratamentos contra a flacidez.

A técnica é indicada para pacientes com algum grau de perda de elasticidade e serve também para evitar que isso aconteça. “Pessoas com flacidez leve ou moderada têm melhores resultados”, afirma o dermatologista Adilson Costa, de São Paulo.

O Ulthera deve ser aplicado no contorno da mandíbula, nas maçãs do rosto, nas laterais dos olhos, na testa e no pescoço. “Funciona muito bem para elevar as sobrancelhas“, destaca Luciana Lourenço.

Também pode ser intercalado com outras técnicas, como luz intensa pulsada e laser, que tratam manchas e linhas de expressão, e até toxina botulínica e preenchimentos. “Não há restrições a essa combinação, pois os métodos atuam de forma distintas”, diz o dermatologista Nuno Osório, de São Paulo. A única ressalva é não fazer os tratamentos no mesmo dia e sempre realizá-los depois do Ulthera. “Ele aquece toda a pele e, consequentemente, vai fazer o mesmo com as substâncias aplicadas”, explica Nuno.

Outro ponto positivo: basta uma sessão para conseguir bons resultados. “A aplicação dura de 20 a 30 minutos e pode ocorrer uma leve sensação de ardência, seguida de vermelhidão. Não é indicado para pessoas sensíveis a dor e desconfortos”, diz Adilson. Em compensação, a paciente percebe, na hora, o rosto e o pescoço mais remodelados e a sensação de firmeza. “Depois do efeito imediato, o colágeno continua sendo produzido por cerca de seis meses e, após esse período, o estímulo diminui e a pele vai voltando ao estado normal. Por isso, indico a aplicação uma vez por ano”, alerta Nuno.

Para quem ficou interessado, os médicos dizem que o Ulthera deve chegar ao Brasil ainda no primeiro semestre de 2012.

Fonte: Revista Elle

Mais informações:  www.ulthera.com

Comentários