Compartilhe:

Vestido de noiva Valéria casamento com Josué, novela Amor Eterno Amor

Em “Amor Eterno Amor”, Josué consegue se casar com Valéria

Publicado por: Cida Ramos

vestido-noiva-val__ria-casamento-com-josu__-novela-amor-eterno-amor-capa

Josué (Raphael Viana) enfim vai conseguir subir ao altar com Valéria (Andréia Horta) em “Amor Eterno Amor“. O capítulo do casamento entre o peão e a “periguete de Belém” vai ao ar a partir do dia 16, mas as cenas foram gravadas nesta terça (5) no Projac, complexo de estúdios da Rede Globo, na zona oeste do Rio.

“Finalmente o Josué consegue uma parte daquilo que ele busca. Ele casou com a Valéria, mas ainda não tem o amor dela. Ele sabe disso, mas é mais um dos passos que ele já deu para conquistar essa mulher”, opinou Raphael que nas ruas tem ouvido os fãs se referindo a Valéria como “a periguete de Belém”. “Uma moça veio falar que a Valéria era a periguete de Belém, eu pedi para ela não falar desse jeito, afinal o Josué é apaixonado por ela”, brincou o ator.

A união entre o casal acontecerá no hall de entrada do edifício São Jorge, onde os pais de Valéria, Carmem (Vera Mancini) e Zé (Pedro Paulo Rangel), além de Jacira (Carol Castro) e Tobias (Erom Cordeiro) estão morando após deixarem a Ilha de Marajó, Belém.

Grávida, Valéria chegará ao local de braços dados ao pai. Gracinha (Daniela Fontan), Jacira e Tobias serão as testemunhas. Antes de dizer o “sim”, Valéria chega a titubear se casa ou não com Josué, mas pressionada pelo pai, ela acaba aceitando.

Casamento de Valéria (Andréia Horta) e Josué (Raphael Viana) termina com chuva de papel picado

Na hora do beijo, Valeria fará uma ressalva: “Não pode me beijar, fizemos um acordo que ele só me beijaria antes de casado”, dirá Valéria. Contudo os presentes farão um coro pedindo o beijo e ela não recusará, terminando o casamento agarrada a Josué.

“Em ‘Morde e Assopra’ eu era um padre, gravei um total de oito casamentos, estou tirando esse de letra”, disse Erom Cordeiro quando indagado sobre a dificuldade de gravar esse tipo de cena. Já Daniela Fontan garantiu que “cenas de casamento são ótimas para reencontrar os colegas de elenco”. “É uma cena onde você encontra os colegas que você não vê diariamente e esse é o conflito. Você que estar com as pessoas, interagir,  mas você precisa segurar essa onda por que precisa do dobro de concentração. É o seu texto encontrado com o de um monte de gente e você precisa saber o texto de todo mundo”, explicou.

Cena contou com comidas típicas do Pará

A cena do casamento de Valéria e Josué contou com uma produção caprichada e começou a ser rodada ainda cedo, por volta das sete horas da manhã, sob o comando do diretor Pedro Vasconcelos. O local foi decorado com bandeirinhas típicas de festas juninas, além de dezenas de flores entre rosas e girassóis. Mais de cinquenta pessoas, entre atores, figurantes e equipe técnica, se revezaram para acertarem todos os detalhes.

O vestido usado por Andréia Horta levou dois dias para ser confeccionado pela figurinista Natalia Duran e foi bordado com sementes de açaí e jarina, típicas do Pará. “Esse vestido é a cara da Valéria. Eu brinco que é bordado de canjica, mas na verdade são sementes de jarina”, disse Andréia que brincou que estava se sentindo “uma das criançinhas (sic) do filme ‘Pequena Miss Sunshine'”.

O vestido que ela iria vestir para se casar com Carlos (Rodrigo)

“Olha esse volume, essas luvas, essa unha com glitter”, apontava Andréia explicando o figurino. Durante o breve papo com a imprensa, a atriz aproveitou para descansar os pés em uma bolsa de gelo. “O salto é muito alto e hoje o dia vai ser longo, ainda temos que gravar as cenas da festa e da dança”, revelou ela.

No bufê, sem ser cenográfico, além de 600 docinhos, contou com arroz de maniçoba, tacacá e pirão de farinha d’água, pratos típicos da culinária marajoara.

“Não vejo a hora de comer um bombom de cupuaçu e outro de castanha do pará”, disse Carol Castro enquanto aguardava a hora de voltar a gravação prevista para durar até às 20 horas com uma roda de lundu.

Rosi Campos, Toni Tornado, Nica Bomfim, Laila Zaid, André Gonçalves, entre outros, estiveram presentes. “Amor Eterno Amor” é escrita por Elizabeth Jhin.

 

Fonte: http://televisao.uol.com.br

Recomendado para você

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *