O cabelo é vivo ou é morto? Entenda o porquê dessa controvérsia

Esclarecendo a dúvida sobre como o nosso cabelo é formado, produtos nocivos e benéficos e muito mais.

Existem muitas especulações em torno desse assunto, mas tenho certeza que você já se perguntou alguma vez se o seu cabelo é vivo ou é morto. A maior dúvida é sobre se o cabelo é morto, se os fios se regeneram, qual o tipo de shampoo adequado, se com cronograma capilar é possível ter um cabelo saudável e cheio de vida?

Mas antes de responder a cada uma dessas perguntas, é preciso saber mais sobre tricologia, o estudo da formação do cabelo, como se forma toda a sua estrutura. Ler outros estudos científicos de como os fios reagem em laboratório quando são submetidos ao digamos “tratamento diário”, lavar com shampoo, usar máscaras ou creme condicionador, secar com secador e algumas vezes chapinha.

Na minha opinião, não considero relevante sites, ou informações sem fundamentação cientifica. Por que digo isso? Faz muito tempo que estudo sobre tricologia, e sei que existem muitas pessoas desinformadas, que falam coisas que não sabem. Se não tem informação de referência cientifica nem leio, ou vou considerar como irrelevante.

Por outro lado, existem outras pessoas que ganham para fazer posts que são chamados posts pagos. (Não vejo nada demais em divulgar um produto e ganhar por isso). Mas não sem deixar isso bem claro no final do post.

Agora voltando a “vaca fria” os cabelos…

Vale lembrar que mesmo que o seu cabelo seja um cabelo virgem, você pode sim ter um cabelo não tão saudável, se no seu organismo não houver os nutrientes necessários para a formação do fio, lá dentro da epiderme do seu couro cabeludo, onde ele se forma. Que é no bulbo capilar.

Ah mas como assim? Você pode estar se perguntando…
—Meu cabelo sempre foi perfeito, eu tenho uma genética boa, meu cabelo era lindo, agora tá ficando fino, seco, e se quebrando, mesmo usando os melhores produtos que posso comprar?

Bem, essa questão também é complexa. A questão é: O seu melhor produto, mesmo sendo caro, ou o mais cheiroso e considerado também bom, bonito e barato tem o que o seu cabelo precisa?

Se você também tem dúvidas sobre, se o cabelo é morto, como fazer para ter um cabelo melhor. Se você corre o risco de danificá-lo com produtos e “tratamentos”, leia com calma essa matéria.

Como é composto os fios dos cabelos?

A composição é bem complexa. Mas em minhas pesquisas, você vai ver abaixo e se quiser saber mais, pode ir nas referencias, e ver também de fonte segura que, para começar a química geral do cabelo é de 45% de carbono, 28% de oxigênio, 15% de nitrogênio, 7% de hidrogênio e 5% de enxofre.

O que chamamos de fios, ou seja a haste do cabelo é essencialmente composta de queratina para endurecer e sair da raiz. Algumas pessoas tem fios mais fortes, com mais queratina, com córtex mais fortes e mais estruturados, outras com menos.

Esta proteína fibrosa é formada gradualmente dentro das células da camada germinativa.(Os conhecidos como bulbos). Essas células da cutícula são caracterizadas pela presença de queratina amorfa, enquanto as células corticais apresentam uma estrutura de filamentos circundados por uma substância queratinizada que é mais rica em enxofre e contém aminoácidos.

A queratina desses filamentos forma uma hélice, com distância entre as voltas de 0,51 nanômetro e uma estrutura mantida por ligações de hidrogênio. Esta proteína desempenha um papel fundamental na coesão e nas propriedades físicas do cabelo.

O cabelo também contém água (12 a 15%) e vestígios de elementos minerais (cálcio, cádmio, cromo, cobre, zinco, ferro e silício)

Contém componentes lipídicos (3% de sua composição). Eles são produzidos no bulbo capilar a partir de esteróis, ácidos graxos e ceramidas. Presentes essencialmente no cimento intercelular do córtex e da cutícula, conferem ao cabelo uma certa impermeabilidade e garantem a coesão da fibra capilar.

Outros lipídios vêm da secreção da glândula sebácea: o sebo. O sebo é formado por células sebáceas maduras que se romperam e contém principalmente lipídios.

Dica de leitura: Aqui tem algumas informações interessantes sobre a estrutura capilar, vale a pena a leitura.

O cabelo é essencialmente composto de queratina, uma molécula com estrutura helicoidal. Imagens: cesareragazzi e Pinterest

As Três Camadas de Cabelo

O cabelo é composto por três camadas principais que lhe conferem estrutura, cor e brilho. São elas:

  • Cutícula
  • Medula
  • Córtex

Uma mecha de cabelo é composta por vários elementos, como mostrado logo na foto acima.

 O bulbo capilar

O bulbo, é a parte mais profunda, fica  localizado na base da raiz do folículo piloso, contém duas ou três camadas de células em rápida reprodução em sua parte inferior: elas constituem a matriz.

Como nasce o fio de cabelo?

As células da matriz são as únicas células germinativas e a medida em que elas vão se reproduzindo, as células da matriz empurram as partes nascidas para fora, e assim entram em ação as células que processam a queratina que fazem o “processo de queratinização”, tornam o fio progressivamente mais rígido e então visível por cima do couro cabeludo. Assim nasce o fio e vai crescendo, sendo progressivamente empurrado para fora do couro cabeludo.

Imagem: site Tratamento a laser

E o que é cabelo vivo?

Podemos entender como viva, a raiz, o bulbo e a  parte interna das fibras do fio. E como já falamos acima, tido como cabelo morto as hastes do cabelo, os fios quando saem do parte interna do couro. Então a depois que “nasce” a parte que vimos pelo lado de fora, depois da raiz e em toda a sua estrutura é composta de células mortas, mas a área interna pode ser entendida, e vista como a parte viva do cabelo. E que pode receber nutrientes para sua reposição.

O fio, é composto por matérias, por camadas, por elementos, que podem ser repostos para que eles se reconstruam e fiquem “cheios de vida”.

Mas essa reposição só vai poder acontecer através das escamas abertas. Depois de lavar o cabelo com shampoo que sim contenha um pouco do detergente que faça a remoção de camadas depositadas nos fios. Então vai lendo!

O que é cabelo morto?

Toda parte da extensão do fio do cabelo, aquela que passa a ser vista no couro desde o couro cabeludo até as pontas é considerada “cabelo morto”. São celular que são formadas no bulbo, se desenvolvem nessa raiz onde os fios se formam, e vão se refazendo e crescendo. São camadas e mais camadas que vão formando a extensão dos fios, mas como estão fora da epiderme são mortos.

O cabelo só é matéria viva dentro do bulbo onde ele é formado. Alí dentro do couro cabeludo, entende? Quando ele sai dessa camada da epiderme, ele deixa de ser vivo, não está recebendo mais seus nutrientes e se compõe de células mortas.

Quanto tempo dura um fio de cabelo “morto”?

Os fios tem por natureza três fazes em que ficam grudados na nossa cabeça antes de caírem.

Fase 1 – Anágena

Dura  de 3 a 6 anos, quando os fios estão em crescimento. (caso você não o destrua antes ou tenha problema de queda de cabelo ou de saúde).

Fase 2 – Catágena

Nesta fase o fio começa a se degenerar, essa fase dura em torno de 3 semanas.

Fase 3 –  Telógena

É quando o fio cai. E como falei antes, caso você não tenha nenhum problema de saúde como por exemplo alopecia, doença degenerativa como o diabetes.

Essa fase dura em torno de 3 meses, quando assim os fios caem e dão lugar a outros que irão se desenvolver no bulbo e crescer recomeçando pela fase anágena seguindo todo o ciclo novamente.

Então, se ele possui fatores em sua formação do fio que podem ser repostos. Ele renasce? Como uma fênix?

Se for pensar assim, sim! Se você souber os produtos que tem que usar na hora certa, e como retirar para dar ao cabelo o tratamento que ele precisa, ele vai ficar “saudável e cheio de vida sim!”.

Então depende do que você come, que tem no organismo para que os fios cresçam fortes e bem constituídos. E outra coisa, o fio dura alguns anos, depois cai, depois nasce de novo, e quando o bulbo vai refazer outro fio começando do zero, você tem que ter no seu organismo os elementos necessários para essa boa formação entendeu?

Então além disso, do seu organismo pronto e saudável que produziu os fios. Está em suas mão como você vai cuidar. Depende de como você lava antes de hidratar, nutrir ou reconstruir. Aquele famoso cronograma capilar sabe? Pois é, não penetra nada com cutícula fechada ou entupida.

Só penetra se antes de aplicar qualquer tratamento você lavar para abrir as cutículas. E para abrir não precisa ser com um litro de shampoo, com excesso de sulfato como o Lauryl que faz a espuma de um sabão de lavar roupas.

Depende também se você não fechou as cutículas usando alisamentos, progressiva, botox, selagem essas coisas que dão aspecto de cabelo liso, com brilho mas que fecham, anulam as cutículas. Já parou pra pensar nisso?

Então ele é morto mas não é?

É morto, mas pode receber sim o que perdeu quando você lavou, ou quando usou aquela  máscara que parece boa, mas contem até mesmo soda cáustica para amolecer os fios, para deixar os fios molinhos, deslizando igual “piaba” mas no final das contas tem o efeito rebote depois.  

Mas é sim matéria morta, se assim não fosse, falando de modo simples, você sentiria dor quando cortasse o cabelo né?

Assim como as unhas, cutículas, o “couro” do calcanhar que tantos lixamos para afinar, e as células da nossa pele, que fazemos esfoliação para retirar essas células mortas. O cabelo vai se reformulando no bulbo, e saindo dele, o seu cabelo só cresce por causa desse digamos fenômeno de vida e morte, de célula que move para fora do couro cabeludo e se renova o tempo todo.

Dica de leitura e referência: Esse estudo da Fapesp mostra por testes que o cabelo é morto.

Nesse estudo eles falam que o cabelo não recebe nutrientes. Que é tudo marketing de fabricantes e tal. Eu concordo discordando.

Se for falar das maioria das marcas que são mais em conta, que dominam o mercado e que só servem pra destruir os cabelos e acumular químicos nocivos sim.

Porque como eu mesma já disse antes, com cabelo “zuado” com cutículas entupidas, e acúmulos de produtos nocivos, nada penetra no fio! Nada nada!

Mas ele vai crescendo, e se você não agredir essa parte, pode cortar e deixar seu cabelo se recompor. Da mesma forma quando você está em transição capilar e faz um corte radical para deixar o cabelo vir ao natural. Só que usando produtos adequados é claro.

O cabelo precisa de nutrientes de dentro para fora?

Sim. Comer adequadamente, uma dieta rica e balanceada, ou mesmo repor com suplementos o que o seu cabelo precisa para se formar é o primeiro passo. Porque quando o refaz os fios o tempo todo, o bulbo precisa de matérias das quais o cabelo é formado, e esses nutrientes necessários para formar esses fios, tem que estar no seu organismo para que o bulbo possa ir produzindo os fios que vão crescendo certo?

E eu não estou falando isso para você comprar vitaminas. E sim para comer direito, comida de verdade, já basta! (nada do que vem em sacos, latas, ou seja industrializado). E você pode ler sobre dieta paleo, low carb, dieta saudável aqui mesmo no Portal Tudo Aqui. Vai estar bem alimentado, saudável e com tudo que precisa para produzir seus cabelos fortes.

O que os tratamentos fazem pelos fios?

Depende muito de quais produtos você usa, que escolhe pra comprar. Como você os usa, de como você realmente cuida da “saúde” dos seus fios com esses tais tratamentos.

Em primeiro lugar vem o shampoo. Pode ser o mais em conta? Ou precisas ser o mais caro? Isso não é o que importa. O que importa é:

Você usa shampoo que faz muita espuma e que na sua formula possui muito daquele ingrediente chamado sulfato? Conhecido também como Lauril? E o seu shampoo costuma ser conter além do sulfato, o parabenos, petrolato, Sal etc ? (basta ler no que diz atrás da embalagem do seu produto). Se a resposta for sim, tá precisando mudar, ler o que contem nos seus produtos.

Saber sobre os nomes científicos, nomes pelos quais os ingredientes são chamados por quem desenvolve esses produtos. Saber a quantidade que não prejudica tanto. Lendo mais abaixo você vai entender o que eu estou falando.

Aí você vai perceber que a saída é que você procure ler mais sobre esses produtos citados, sobre os outros nomes pelos quais eles são conhecidos. Assim se eles estiverem alí no conteúdo da formula com nome diferente, disfarçado você vai poder saber e se for o caso, mudar de shampoo e comprar um produto free.

Se não você vai ‘’sufocar os fios’’ criar camadas destruidoras e fazer com que seus cabelos caiam, enfraqueçam desde a raiz, que quebrem, ou que percam a estrutura, descamem e degenerem.

Como assim camadas destruidoras?

Aquelas que você vive colocando pra melhorar o brilho, pra tirar o ressecado, aqueles produtos do tipo silicones, produtos com petrolato, “ maquiagens para o cabelo”. Sprays de brilho etc. Com o tempo elas se acumulam, junto com poeira, e resíduo de leave in, creme de pentear com petrolato, e etc. Tudo isso vai se depositando nos fios e formando uma camada de produtos que impedem que os fios absorvam o que precisam.

Quer saber mais sobre os nomes dos componentes?

Você pode e deve ler e saber mais sobre eles, sobre os nomes disfarçados. Saber quais são os mais nocivos. Vamos saber um pouco de cada um deles?

Resuminho básico sobre os produtos considerados nocivos para os fios

O Sulfato

O sulfato (S02-4) é um sal de ação detergente responsável pela espuma do shampoo. Age como emulsificante, deixando-o com textura mais viscosa.  É diferente do sal de cozinha, o cloreto de sódio (NaCl), muitas vezes também presente na composição. E quando não, tem no rótulo as palavras “sem sal”, mas contêm o que é mais nocivo para os fios,  o Sulfato (S02-4). O sal de cozinha é  ele é o menos agressivo dos dois.

Entendendo melhor sobre o sulfato

Para saber se defender dessa propaganda de duplo sentido, confira no rótulo o seguinte: Se fala que não tem sal, não significa que necessariamente que não tenha sulfato.

Por isso, é importante conferir os rótulos dos shampoos. Verifique o que está escrito, nos nomes mais comuns são o Sodium Lauril Sulfate (SLS – lauril sulfato de sódio) e Sodium Lauril Ether Sulfate (SLES – lauril éter sulfato de sódio).

O que são sulfatos, conhecido como Lauryl?

O sulfato, conhecido também como lauryl sulfato de sódio é um ingrediente desengordurante, de baixo custo, que ajuda a criar espuma no cosmético. Ele tem o poder de ajudar a criar a espuma no cosmético. Por isso é muito utilizado nos shampoos vendidos mundo a fora.

Como o sulfato age?

O sulfato (S02-4), como se trata de um detergente, funciona limpando o couro cabeludo, abrindo as escamas dos cabelos, para retirar a sujeira.

Mas nesse processo acaba removendo também nutrientes, lipídeos, sais minerais, que são os componentes naturais contidos no couro cabeludo e nos fios. E acabam deixando como resultado fios danificados e ressecados.

Dependendo da natureza do seu cabelo, ele pode ser mais resistente a essa digamos, agressão. Mas os que mais sofrem são os cabelos finos, os naturalmente ressecados, como os cacheados, os quimicamente tratados, alisados, com progressiva ou outro tipo de alisamento, os tingidos ou descoloridos.

Dica de como usar o “detergente” de forma correta

Vale lembrar que, se o seu cabelo está pesado, cheio de camadas de silicone, só vai conseguir  retirá-los usando os shampoos tensoativos sulfatados. Que são adstringente, que limpam.

Ou como aquele conhecido shampoo anti resíduo, que não devem ser usados sempre mas que nessa hora são a única solução. Depois de remover os resíduos, você pode começar o ciclo novo, com produtos “no poo, low poo”.

As técnicas No Poo e Low Poo procuram quebrar esse ciclo, abolindo tanto os excessos de sulfatos de lauryl que desprotegem o couro cabeludo, como os petrolatos, que encapam o fio, e focando em ingredientes mais saudáveis, como queratina, ceramidas, aveia, hidratantes, e oléos naturais que penetram nos fios ao invés de apenas maquiar ou se depositar sobre eles.

Como saber procurar os nomes científicos do sulfato Lauryl nos rótulos

Sodium Lauryl Sulfate (SLS), Sodium Lauryl Ether Sulfate (SLES), Ammonium Laureth
Sulfate (ALES), Ammonium Lauryl Sulfate (ALS), Sodium Trideceth Sulfate, Sodium
Myreth Sulfate, Sodium Coco/Cocoyl Sulfate, C14-16 Olefin Sulfonate, TEA LaurylSulfate, TEA Dodecyl benzene sulfonate, Sodium Cocoyl Glycinate; Sodium

Alkylbenzene Sulfonate, Ammonium Xylene Sulfonate, Methyl Cocoyl / Lauryl Taurate,
Sodium Xylene Sulfonate, Dioctyl Sodium Sulfoccinate, Sodium Cocoyl Isethionate,
Sodium Lauryl Sulfoacetate, Sodium Lauryl Glucose Carboxylate, Sodium Cocoyl /
Lauryl / Lauroyl Sarcosinate, Ehtyl PEG-15 Cocamine Sulfate

Veja também: Artigo científico sobre  o sulfato (Revista acadêmica do instituto Oswaldo Cruz)

O que são os Parabenos?

Simplificadamente, são conservantes usados ​​em grande variedade de produtos de higiene pessoal, incluindo alimentos industrializados, com finalidade de conservação.

E esse elemento de conservação é uma maneira que os fabricantes usam para ter produtos que durem nas prateleiras e nas nossas casas sem se deteriorar facilmente.

O que gera controvérsias, porque sem conservantes fica mais caro e dura menos. E com conservantes pode fazer mal, o que fazer? Se possível evite!

O que procurar no rótulo dos shampoos

Etilparabeno, butilparabeno, metilparabeno, propilparabeno, isobutilparabeno, isopropilparabeno, outros ingredientes que terminam em –parabeno.

O que são Petrolatos?

O petrolato é um dos derivados do petróleo cru, que, após a desparafinação (retirada da parafina) de óleos pesados, transforma-se em uma substância gelatinosa incolor ou amarelada.

Ele também pode ser comercializado sob o nome de vaselina, óleo mineral, ou parafina líquida, muitos e produtos para cabelo em larga escala, graças ao seu baixo custo.

São ingredientes conhecidos como emolientes, para deixar o cabelos macios, e prometem proteger os fios contra oxidantes como sol, vento, umidade. Mas na verdade, petrolato é usado como recurso para reduzir em muito o custo da produção.

Por isso esses emolientes são encontrados mais comumente em produtos mais baratos, em shampoos ou cremes com valor final menor para os consumidores. Mas nem sempre só nos mais baratos, então saiba identifica pelos nomes científicos.

Nome cientifico dos petrolatos

Paraffinum liquid; Mineral Oil/Óleo Mineral; Petrolatum; Vaselina; Isoparaffin; C12-20 Isoparaffin; C13-14 Isoparaffin; Isododecane; Isododecene; Dodecene; Dodecane; Alkane.

Aprenda a cuidar bem dos fios corretamente

Lavar os cabelos do jeito certo

lavar-o-cabelo-xampo-anti-residuo

Agora que você já leu tudo sobre tricologia, e sobre os produtos que deve evitar. Procure cuidar bem dos seus cabelos, lavando e enxaguando bem.

Secar corretamente

secando-os-cabelos-adequadamente

Uma boa dica é também não esfregar os cabelos com a toalha na hora de secá-los. Isso pode fazer seus cabelos quebrarem.

Passar máscaras de hidratação

banho-de-brilho-caseiro-como-fazer-em-casa

Retire o excesso de água antes de passar sua máscara, e o tempo de pausa não precisa ser mais do que 20 minutos.

Fazer o cronograma capilar

O cronograma capilar é uma rotina de procedimentos de cuidados com os cabelos que intercala três tratamentos principais: hidratação, nutrição e reconstrução. Fazendo as etapas do cronograma com produtos adequados, ou mesmo receitas caseiras. Você vai conseguir repor o que os seus fios perdem durante a vida deles. Simplesmente pelas lavagens, sol, poeira. Sem falar das agressões como secador, chapinha, alisamentos, escova progressiva.

O dano pode ser maior quando você faz descoloração ou tintura, e ainda faz os supostos “tratamentos” como botox, selagem e tudo o que leva uma chapinha bem quente para penetrar no fio.

Sei que é normal ficar querendo mudar o cabelo, que fazer coisas erradas com ele faz parte. E como todo mundo diz “cabelo cresce”. Mas pra que ele esteja como gostamos, as agressões precisam ser evitadas. Então pense bem antes de usar aquele produto que a sua amiga indicou ou você viu na propaganda. Leia o rótulo, veja os perigos antes de comprar e levar pra casa um veneno para o seu corpo e cabelo.

Espero ter ajudado, que você tenha tirado as suas dúvidas sobre os cabelos. Obrigada pela visita!

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.