Álcool gel caseiro: receita simples, barata e eficiente

Aprenda a fazer a álcool gel em casa.

Desde que a pandemia do Coronavírus chegou aqui no Brasil, a corrida por álcool em gel fez esvaziar as prateleiras e encontrar o produto ficou mais difícil, além de caro. Com preços mais altos, fazer o álcool em gel caseiro se tornou uma opção econômica e igualmente eficiente.

Especialistas alertam a importância de usar o álcool em gel em locais onde não é possível lavar as mãos com água e sabão. O produto é capaz de eliminar vírus e bactérias com uma eficiência de até 99%.

Poucos sabem, mas é possível fazer o álcool gel em casa, com um preço muito mais acessível e o melhor, com apenas 2 ingredientes. Vamos aprender?

Aprenda a fazer Álcool gel caseiro

Separe os materiais necessários

A receita é muito simples, mas atenção ao adquirir o ingrediente principal, no caso o álcool. Para ser eficiente, a mistura final do álcool gel vai precisar ser 70% ou mais. Portanto, o álcool utilizado será o isopropilico, quem tem uma concentração acima dos 90%.

Você vai utilizar:

  • 2/3 xícara de álcool isopropilico. Aproximadamente 160ml ou 12 colheres de sopa.
  • 1/3 xícara (aprox. 80ml) de aloe vera (babosa). Apenas o gel puro da babosa.
  • Recipiente para fazer a mistura
  • Embalagem com dosador ou pump para armazenar o álcool gel pronto.

Como fazer o álcool gel

  1. Coloque todos os ingredientes dentro de um recipiente e misture bem com uma espátula.
  2. Se a mistura ficar muito gelatinosa e difícil de mexes, adicione mais um pouco de álcool. Você pode usar um mixer ou bater em um liquidificador.
  3. Depois de bem misturado, coloque no recipiente com ajuda de um funil.

Pronto, seu álcool gel caseiro está pronto. Assim você não se arrisca a comprar “gato por lebre” na rua sem procedência.

Dica: Você pode dividir a sua mistura em aplicadores pequenos, assim você leva na sua bolsa um pouco do álcool gel para usar com mais frequência.

Quanto custa fazer o álcool gel em casa?

Os materiais principais para fazer o álcool gel costumam ser muito baratos em comparação ao produto já pronto. O litro do a álcool isopropílico custa em média R$30,00 (rende muito!) no mercado e o gel de babosa em média R$10,00 cada 100ml. Se você tiver babosa plantada em casa, já é menos um ingrediente para comprar. Já o óleo essencial fica em média R$40,00.

Com essa quantidade acima, dá para fazer álcool em gel pra família toda. 🙂

O papel da babosa na mistura do álcool gel

A Aloe vera, popularmente conhecida como babosa, possui propriedades fantásticas para a nossa pele. O papel dela neste álcool gel caseiro é fundamental para evitar o ressecamento da nossa pele pois o álcool puro evapora muito rápido e prejudica a nossa pele. A babosa hidrata a nossa pele e deixa o tempo necessário do álcool em nossa pele para assim poder matar todos os vírus e bactérias presentes nas mãos.

Além disso, a babosa também tem a função bactericida, hidratante e anti-inflamatória e cicatrizante. Dessa maneira, você higieniza as mãos e ainda trata da sua pele.

Veja também: Benefícios da babosa para o cabelo e pele

Adicionando aromas e óleos essenciais na sua mistura

Se você quer adicionar um aroma especial e ainda melhorar as propriedades bactericidas na sua misturinha, você pode colocar algumas gotas de óleo essencial. Algumas ervas são ideais para essa tarefa, veja:

Óleo essencial com propriedade antisséptica:

  • Óleo de cravo, hortelã-pimenta, canela e alecrim, erva-doce, eucalipto e lavanda.

Se você preferir outros aromas, pode escolher como os óleos de frutas:

  • Limão, laranja, toranja, por exemplo.

Para adicionar as essências, faça da seguinte maneira:

  • Pingue 2 ou 3 gotas na sua mistura e deixe descansar por 1 dia. Se o aroma ficou do seu agrado, ótimo. Senão, adicione mais 2 gotas.

É importante testar o cheiro adicionando poucas gotas de cada vez pois as essências costumam ter o cheiro bem forte e concentrado. Por isso é importante ir adicionando com moderação.

Veja também:

É preciso ficar atento sempre!

Diferente de outras infecções causadas por vírus, o coronavírus causa problemas pulmonares graves, principalmente em pessoas com sistema imunológico comprometido.

Fique atento aos sintomas que podem confundir muito com uma gripe comum como: Tosse, febre, perda do olfato e dificuldade em respirar. Em casos mais graves pode causar pneumonia com síndrome respiratória grave.

Como se prevenir?

Para evitar a contaminação é importante redobrar os cuidados com a higiene, principalmente das mãos. Lave sempre muito bem as mãos com água e sabão e use álcool gel onde não tiver acesso a água. Evite aglomerações e quando sair de casa, use sempre máscara.

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.